Archive for October, 2008

 

Salve Leitor!

 

Guardei o melhor pro final!

 

Como dizia outro dia o 40K é mesmo o meu favorito “gaming wise” mas tenho um “soft spot” em relação às miniaturas de fantasy talvez porque tenha jogado RPGs com temática medieval por muito tempo em minha adolescência usando justamente as miniaturas de Warhammer para representar os personagens dos jogadores e os monstros por eles enfrentados.

 

Foi assim que a miniatura que pintei pra categoria Warhammer do torneio realizado no EIRPG entrou na minha coleção. Anos atrás em uma de minhas viagens adquiri a miniatura desse lorde anão, o Slayer King of Karak Kadrim Ungrim IronFist, tencionando usá-la em partidas de RPG, desde então ele passou anos em uma de minhas caixas de miniaturas até que tive a feliz idéia de prestigiar o evento com uma miniatura clássica.

 

A feliz idéia me rendeu o ouro na categoria.

 

Fiquem com as fotos:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Até a próxima.

 

 

 

Hello there.

 

The last of the models I was left to show here was the one which won the gold the Slayer King of Karak Kadrim Ungrim IronFist bought years ago on a trip to the UK and which had been ever since living on a dark miniatures box in my closet.

 

I decided to take a classic miniature to compete in the Warhammer category which turned out to be a great idea in the end don’t you think?

 

Pretty happy with the way this turned out. Left me eager to paint me a few more fantasy models sometime soon.

 

Cheers!

 

Salve Leitor!

 

Continuando a seqüência prometida com as fotos das miniaturas com as quais participei no torneio de pintura do EIRPG vos trago hoje aquela com a qual competi na categoria Warhammer 40.000.

 

Não é segredo nenhum que o 40K é a minha “menina dos olhos” no que diz respeito aos jogos produzidos pela GW. Foi o primeiro wargame com o qual tive contato e aquele cujo background rapidamente me fisgou

 

Novamente peço que não me entendam mal, já que também adoro o background do Warhammer Fantasy mas o sci-fi gótico tem mais apelo pra mim “gaming wise” além do que dada a minha “realidade” só tenho oponentes para o 40K.

 

Tentando unir o útil ao agradável decidi-me por pintar uma miniatura que integrará meu futuro army da Guarda Imperial: Um Ogryn!

 

Acabei incorporando na mini um pouco do meu estilo atual com bastante weathering nos metais. Devo admitir que fiquei bastante satisfeito com esse trabalho de pintura, das três miniaturas que apresentei foi o meu favorito porém ele não foi páreo para o Killer Kan apresentado pelo Sócrates e acabou me rendendo uma não menos festejada medalha de prata.

 

Fiquem com as fotos:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Até a próxima.

 

 

 

Hello there.

 

Continuing the sequence of miniatures I’ve painted for the painting tournamente held in the EIRPG I bring today the one I painted for the 40K category: An Imperial Guard Ogryn.

 

40K is my favourite GW game so a lot of effort was put into this miniature to make it look right (it’ll also be a parto of my forthcoming IG army). There’s a lot of my actual “painting phase” in it namely on the weathered metals.

 

I must admit this was my favourite model of the three I presented there but I wasn’t able to win the gold medal with it as a wondrously scratch built and painted Killer Kan snatched it for a friend. Again the pictures speak for themselves. See you again soon.

 

Cheers!

 

Salve Leitor!

 

Conforme prometido na atualização anterior trago hoje a primeira das miniaturas pintadas para participar no torneio de pintura do EIRPG.

 

A linha da Games-Workshop devotada ao Senhor dos Anéis não é nem de longe uma de minhas favoritas. Não, não é que eu não goste de Senhor dos Anéis ou tampouco penso que são feias, o primeiro problema a meu ver é a escala diminuta em relação às demais linhas da companhia. Não é impossível de pintar mas certamente dificulta o trabalho.

 

O outro “senão” é o que costumo dizer aos amigos: Pra mim a história da terra média é aquela escrita por Tolkien assim a idéia de encenar, ou re-encenar, batalhas ambientadas naquele universo jamais me atraiu.

 

De resto uma linha de miniaturas tão legal quanto qualquer outra o que explica o grande apelo e predileção por grande parte dos jogadores da comunidade devotada aos jogos de estratégia (Wargames).

 

Sabendo que uma das categorias do torneio seria LoTR acabei pintando uma miniatura para participar e fico feliz por tê-lo feito já ela me valeu uma medalha de prata.

 

Como as fotos ilustram escolhi uma das miniaturas do Gollum que de cara intimida pelo tamanho em uma linha de escala já reduzida. Sabia que teria boas chances se conseguisse um bom trabalho de pintura na peça justamente pelo seu pequeno tamanho.

 

Foram inúmeras camadas de tons de pele e algumas horas de trabalho. O resultado ficou legal, longe do que eu ambicionava mas ainda assim bom o bastante para conseguir uma prata mas não bom o suficiente para destronar o belíssimo cavaleiro de Rohan do Dan Peixoto (do Dan’s Studio).

 

Fiquem com as fotos:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  Até a próxima.

 

 

 

Hello there.

 

As promised today’s update showcases the miniature I painted to compete in the LoTR category on the EIRPG painting competition I mentioned the other Day.

 

This was by far the most challenging category for me give the diminutive size of the LoTR miniature line produced by GW. Alas I decided to give it a go by choosing one of the smallest miniatures of that line: Gollum.

 

The pictures speak for themselves so please be kind enough to let me know what you think on the comments if you may.

 

Cheers!

 

Hello there.

 

If you’ve been reading this for a while you’ve surely read my impressions on the EIRPG (international role playing game encounter) on which Games-Workshop made it’s debut in Brazil (if not please check it here).

 

As I said then I was able to take part in the painting competition held there and was happy enough to win me a couple silvers and a gold. It’s been a while since then but I’ve finally found the time to snap some pictures of the models I’ve entered in the competition. No I’ll not show them here today as I still have to upload them but keep your eyes peeled here as they’re bound to show up in a day or two (there’s a couple of pictures in which they appear on the article I’ve linked elsewhere so do make sure to check it now if you may).

 

Not to leave you faithful reader empty handed, or without an “eye candy” if you may, I leave you today with a link to a video which shows a bit of the afore mentioned event (if you wait a little bit you’ll get to see the buzz around the GW stand and a few of the locals having a go at the tournament – it’s in Portuguese mind you).

 

So that’s it for today. Do come back soon.

 

Cheers!

 

 

 

Salve Leitor!

 

Já faz um tempo que estou devendo por aqui as fotos das miniaturas com as quais participei no torneio de pintura realizado no EIRPG (encontro internacional de RPG) realizado em São Paulo em julho de 2008. EIRPG? Concurso de pintura? Se você perdeu a nossa resenha do evento não deixe de conferi-la aqui.

 

Pois bem, depois de meses aproveitei o dia de hoje para tirar algumas fotos das miniaturas, porém elas ainda não darão o ar da graça por aqui nessa atualização já que pra variar não descarreguei as fotos ainda (mas é possivel ver algumas delas nas fotos que ilustram o artigo sobre o EIRPG então confira de novo mesmo que você já tenha lido).

 

Pra remediar o furo vou deixar o link de um vídeo com imagens do evento: “Veja como foi o 16º. EIRPG em São Paulo”.

 

No mais é isso. Nos próximos dias as fotos estarão por aqui então por favor visite-nos de novo.

 

Abraço e até a próxima.

 

 

Hello there!

 

Felix Paniagua is a well known name in the miniature gaming hobby. Primarily known for his stunning sculpts for major companies in the market like Games Workshop and Privateer Press. He’s the one behind the awesome “Space Marine Veteran Sergeant with power fist” and the character full “Dwarf Lord” sold by GW and by the “Bosun Grogspar” and “Carnivean heavy Warbeast” done for PP to name a few.

That’s enough to get your attention right? Well not surprisingly I’ve been following for a while, and with great interest I might add, his efforts in designing and launching his own line of miniatures called “Avatars of War!.

At first they were sold by the artist himself through his personal website (I got my first Avatars back then) and constituted a nice alternative to GWs models adding interest and a welcome variation in the form of heroes to some of that companies armies. I know that might not have been Felix’s goal at first but surely they were being used for that back then.

It was a welcome surprise when the AoW line took a spin and gained not only a website and a forum of it’s own but also a game entirely devoted to the miniature line entitled “Arena Deathmatch” which brings us to the reason behind today’s update: The game has been released and can be downloaded for free as a .pdf archive here (or visiting the Arena Deathmatch link above and clicking the link there).

As much as I hate reading on the PC’s screen I felt compelled, obliged if you may, to have a quick read through the rulebook and I wasn’t disappointed with what I saw.

The book is, like them models, exquisitely done and one can only wonder how great the finished copy will be. Lavishly illustrated it clocks at little more than 140 pages divided into the somewhat standard rules; hobby and background sections.

Rules wise the game seems, at a very first and perfunctory glaze, pretty straightforward to play but with plenty of special maneuvers and actions performed by the avatars to keep the players coming back for more. One thing that clearly stands out from the start is the possibility of the crowd watching the combats to interfere in the game supporting for a while their favored avatars in play. Another thing that caught my eye is that the game has a Role Playing Game feel to it as the Avatars have unique feats and abilities at their disposal much like RPG characters in say Dungeons and Dragons instance (the fact that the game uses ten sided dice in it’s mechanics only added to that feeling).

I really have to get a few games under my belt before saying anymore about them rules but suffice to say right now I’m really eager to give this a go.

With 99 pages devoted to the rules and miniature statistics there’s little space left for the background section, still it accomplishes it’s goal in immersing the reader into the “right state of mind” of the game while at the same time letting the player know a little more about the Darklands and the Arenas where Avatars of War fight each other for gold and glory.

Last but surely not the least comes the hobby section, opening up with a painting guide by none other than “painting masters supreme” Mike and Ali McVey. It also features a galley with what appears to be nicely painted examples of the “AoW” miniature line (the low resolution of the PDF format doesn’t allow us to see much – too bad but it’s a respectable file as it is) and closes with guidance on how to build your own arena to host ADM games.

I have to say I’m not surprised as this rulebook delivered the standard “AoW”/Felix Paniagua level of quality I’ve grown accustomed to over the last few years, not only in the superb sculpting of them models but also in costumer service and attention to the critics of the fans. Definitely another great release from Felix, Johanna and all the other guys behind the “AoW” line and a welcome addition to my gaming collection.

Now to paint me some Avatars and get me some kills.

Se you again soon.

 

 

Salve Leitor.

 

Já faz algum tempo que acompanho os trabalhos de Felix Paniagua como escultor. O cara é responsável por algumas de minhas miniaturas favoritas de duas grandes companhias das quais consumo produtos: Games-Workshop e Privateer Press.

Quais? Você pode me perguntar. Posso citar novamente, pra ser breve e porque são excelentes modelos, aquelas já apontadas acima na versão em inglês deste artigo o “Space Marine Veteran Sergeant with power fist” e o  “Dwarf Lord” para Warhammer 40.000 e Warhammer da GW respectivamente e o “Bosun Grogspar” para Warmachine e “Carnivean heavy Warbeast” de Hordes para a Privateer Press.

Foi uma grata surpresa quando a um tempo atrás que vi que o cara lançou sua própria linha de miniaturas chamada “Avatars of War” (Avatares da Guerra em uma tradução livre) que começou com um fantástico berzerker anão. Não bastasse o “padrão Felix de qualidade” o grande atrativo dessa e das miniaturas que o sucederam era a possibilidade de empregá-las para adicionar variedade aos armies de Warhammer da GW já que as miniaturas eram “a cara” dos exércitos de fantasia produzidos por aquela companhia e podiam muito bem representar lordes ou heróis dos respectivos exércitos de suas raças.

Um bom tempo depois a linha de miniaturas ganhou site próprio e um fórum onde era anunciado o iminente lançamento de um sistema de jogo devotado à ela o “Arena Deathmatch”.

Muito bem, hoje foram disponibilizadas para download gratuito as regras do jogo que podem ser encontradas visitando o link do jogo acima ou clicando direto aqui.

Bom eu não gosto de ler no computador já que me cansa a vista e eu tenho por hábito de segurar o livro em mão e virar as páginas. Coisa de velho mesmo.

Ainda assim, já que estava esperando por esse lançamento a algum tempo, decidi dar uma lida rápida pra ver o que me aguardava e não me arrependo por fazê-lo.

Como já disse alhures o jogo parece ser bastante dinâmico e utiliza uma mecânica de ações, onde cada Avatar tem determinado número de ações para realizar por turno. Uma coisa que me chamou bastante a atenção foi que o jogo parece ter uma mecânica muito semelhante aos jogos de RPG e em especial com o Dungeons and Dragons já que cada Avatar tem a sua disposição “feats” e ações especiais bem parecidas com aquelas do jogo mencionado. Outra coisa que deu o “feeling” de RPG á mecânica do jogo foi a adoção dos dados de 10 faces (D10) para determinar o sucesso ou falha das ações do jogo assim como a possibilidade de interferência por parte da platéia que assiste aos embates (o que me lembrou “random encounters” dos jogos de RPG). Realmente falta uma partida pra ver se a impressão se confirma.

A parte de background não é muito extensa e detalha as regiões das “Darklands”, mundo onde se ambienta o jogo, bem como tenta transmitir ao jogador o “feeling” por trás dos combates travados nas arenas.

Merece destaque a parte devotada ao hobby que abre com um guia de pintura assinado por ninguém menos que Mike e Ali McVey e fecha com um tutorial sobre como construir uma arena para travar as batalhas.

No geral fiquei bastante satisfeito com o que vi, já que o livro atendeu às minhas expectativas baseadas na experiência prévia com os produtos do cara. Fica a vontade de experimentar algumas partidas do que parece ser desde já mais um bom jogo para a coleção.

 

Abraços e até a próxima.

 

 

Salve Leitor.

 

Nem sempre temos boas novas pra relatar por aqui e a de hoje é uma “má nova”.

Pra quem não conhece o Luciano “Paintmaker” é um dos membros da comunidade devotada aos jogos de miniaturas no Brasil, mais especificamente no Rio de Janeiro onde ele faz parte do clube “Martelo de Guerra”.

Além de jogador o Luciano pinta miniaturas comercialmente e está pedindo a ajuda da comunidade para encontrar um de seus trabalhos furtado recentemente no RJ.

O trabalho em questão é um Land Raider Crusader intitulado “Ares”, furtado na loja Sempre Música (Rua Correa Dutra n. 99, 2º. Andar – Rio de Janeiro/RJ) onde o clube se reúne para partidas.

Aparentemente alguém teria se aproveitado de um show realizado no espaço para apropriar-se do modelo em questão.

O Luciano pede a todo mundo que conhece o trabalho em questão (e eu estendo o pedido a vocês leitores) para manterem um olho aberto para leilões do ebay ou do mercado livre pra ver se o tanque aparece por lá. O mesmo vale se alguém ver o tanque sendo vendido em algum salão ou loja de modelismo. As fotos do veículo ilustram o post.

Vamos dar uma mão.

*UPDATE: Esse post é um dos que mais recebe visitas aqui no blog e por um lapso (pra não dizer claramente uma falha) acabei não atualizando o post dizendo que o Land Raider “Ares” foi encontrado. Ele foi misteriosamente devolvido na portaria do prédio em que mora o Luciano.

 

 

 

 

 

 

 

Hello there.

 

It’s not often that we have bad news to report here but I have to do so today. A beautifully painted Land Raider Crusader has been stolen from a music shop where a local gaming club in Rio de Janeiro gathers to play and the artist who painted it is asking for help in locating it.

I’m seconding his request asking you, the reader, to keep your eyes pealed for ebay auctions which might come up selling the model whose pictures I’m showing here today. I’ll say it again: It was stolen so please report if you see it being sold on the web.

Thanks in advance everyone!

*UPDATE: This is a post which still sees a lot of traffic on the blog and which I failed miserably to update when it was due. Better late than never I guess. I’m glad to inform that the Land Raider “Ares” has been found. It has been mysteriously delivered at the reception desk of the building where its painter lives.