Hello there Reader.

 

We have recently published an article here on the blog about a friend’s scratch built Titan for the Warhammer 40K game, more specifically for Apocalypse games in which it will be used as a Reaver Titan.

 

Redenctus in all his painted glory.

 

I can’t say I was surprised at how well received that article was, given that I found his work nothing short of amazing, and we did get a few questions about the building process behind it as people wanted to know what parts were used and so forth.

 

I think nothing would be fairer than letting the creator of “Redenctus”, my friend Ton Furegatto, explain a little bit about the creative process behind it in a quick interview. So let’s get to it.

 

 

The Painting Frog: I’d like to begin by congratulating you once more for producing yet another fantastic “miniature” Ton. Where did you get the idea of building a Titan?

 

Ton: I’d like to Begin by thanking the “The Painting Frog” blog for the opportunity of showcasing an important part of my hobby related work as that is really gratifying to me. Well, I have always been very fond of stuff related to model making, painting and creation and when I got into the Warhammer world I got fascinated by how rich that universe was and the amount of things I could do. When I first saw a Titan in front of me at Gereth’s house I thought “I need one of these”, but, given how much they cost it was complicated for me to get one. Seeing other “adventurers” making their own Titans on the internet inspired me to adventure myself and thus “Redenctus” was born.

 

 

 

 

TPF: How did you decide on the Titan’s scale? Did you intend to use it as a Reaver Titan from the onset of its construction? Why not start with something smaller, a Warhound for instance, before committing to construct a Reaver?

 

Ton: I did give it some thought before I started working on it but I have always thought the Reaver was a fantastic Titan as it is imposing and full of details, I also thought the Reaver would be more of a handful to make, giving me a bigger challenge and those are the things which made me decide to build him. I did think about starting from the “basic”, specially because it would be a lot easier for a beginner like me, as Redenctus was my first project to leave the scratch paper, but the Idea of building a Warhound didn’t appeal to me so I built something which would keep me motivated until I finished.

 

 

 

 

 

TPF: How did you build it? Did you establish some sort of chronogram for building it or did you work on it at your leisure?

 

Ton: Well I came to a middle ground between the two. I did establish a very flexible 6 month chronogram as that was my ideal. I didn’t want this project to become too demanding as I did it on my spare time so it was supposed to allow me to relax while building it while also being a pleasurable experience. That without mentioning Redenctus was made with scrap materials which were literally in the trash, so finding the right parts that went together the way I wanted them to wasn’t easy, but as I created and assembled it, I got more and more committed to seeing the final result.

 

 

 

 

TPF: What parts were used to build the Titan?

 

Ton: Basically? Trash and scrap material like Bic pens, highlighter pens, computer mice, assorted piping, coffee bottle lids, stamp makers, medicine bottles, cold porcelain clay, epoxy putty and some Space Marine bits. The Adeptus Mechanicus symbols were cast in epoxy putty.

 

 

 

 

 

TPF: After seeing the WIP photographs that illustrate this article it is possible to identify some of the parts used on it as everyday junk. How do you identify usage for stuff which would otherwise be thrown away?

 

Ton: I have always enjoyed scrapping things; I used to open toy cars and other toys to see how they worked inside. I then start to form drawings in my head with the stuff I find trying to match them and see what would fit with each part. When it came to building Redenctus I collected a lot of stuff but ended up not using much of it on building him but they were there and if they didn’t fit him they might fit on a future project. I didn’t throw anything away.

 

 

 

 

 

TPF: Many parts of the Titan were sculpted, specially the decorative bits. What kind of putty and tools did you use on those parts?

 

Ton: I used cold porcelain clay and epoxy putty on it. To sculpt I use a regular kitchen knife filed into a sculpting tool, scissors and some clay shapers (which were indicated to me by Gereth) and that’s it. Everything is pretty basic and shouldn’t be hard to get for anyone interested in sculpting.

 

 

 

 

TPF: What are your future plans? Will you build another miniatures like your Titan? What would be your tips for someone who’d like to follow in your footsteps and build his own war giant from the future?

 

Ton: I will definitely build more as after you make your first scratch build model you get kind of addicted to it. It is very rewarding to see something built out of nothing taking form with stuff most would throw away… the feeling is quite indescribable. I believe my main tips are: be determined as there’s a lot of obstacles in building something from scratch (finding parts, allocating your time, etc.) but the end result is worth every effort. Another thing is to be always open for ideas, criticism and opinions of other people, especially those more experienced than you, as that will help your knowledge grow. Reject negative things and negative people that keep repeating demotivating stuff or that act with disdain and keep saying things that would demotivate you or that what you’re doing is a waste of time; let your imagination flow, follow your creativity and do what will satisfy you.

 

 

 

 

TPF: To wrap this up a recurring question from some of our readers, do you accept commissions to build a similar Titan? If so how can our readers contact you about it?

 

Ton: Well, that wasn’t my initial Idea, but I think I would accept a commission in the end. The only complicating factor is that more often than not people don’t value scratch built items as they should, so, in the end, it Just isn’t worth doing. But if the interested person is after something different, exclusive and if he values my work I’d consider accepting such a commission. It is worth mentioning that it is possible to make a similar one but an identical one would be impossible. If you’re interested you can email me at: ton.furegatto@gmail.com and we can discuss it further.

 

I guess that’s it. I hope this interview opens the way for a lot of ideas and encourage more people to adventure in using their creativity. I thank the “The Painting Frog” blog once more and everyone Who took a little of their time to read this article.

A hug to all of you.

 

 

 

 

 

And I guess that’s it. I believe both articles featuring Ton’s “Redenctus” Titan not only showcase a beautiful miniature but also illustrate with some propriety what a lot of us could do with some hard work and a lot of creativity in order to feature Titans and other war machines of the 41st millennium in our armies and Apocalypse games.

 

If you’ve built something equally remarkable and would like to see it feature on our blog drop us a line on the comments section. I’m always more than willing to showcase inspirational works such as this.

 

Over and out.

 

+++

 

Salve Leitor.

 

Publicamos recentemente aqui no blog as fotos de um Titan feito por um amigo, o Ton Furegatto, para o jogo Warhammer 40.000, mais especificamente para partidas de Apocalypse onde o Titan deve funcionar como um Reaver Titan.

 

A recepção ao artigo por parte de vocês leitores não poderia ter sido melhor e recebemos diversas perguntas sobre como ele foi construído, que partes foram empregadas, etc.

 

Assim nada mais justo que deixar o criador do “Redenctus” nos explicar um pouco mais sobre o processo de confecção do mesmo em uma rápida entrevista. Vamos lá então:

 

 

The Painting Frog: Ton, em primeiro lugar meus parabéns uma vez mais por mais uma miniatura (se é que podemos chamá-la assim) fantástica produzida por você. De onde saiu a ideia de confeccionar um Titan?

 

Ton: Primeiramente quero agradecer ao The Painting Frog pela oportunidade de mostrar uma parte importante do meu trabalho relacionado ao hobby; é muito gratificante isso. Bom, eu sempre gostei muito de coisas relacionadas a criação, modelagem, pintura e etc.; E quando me envolvi com o mundo de Warhammer fiquei fascinado com a riqueza do “universo” e com a quantidade de possibilidades de coisas a se fazer. Quando vi o primeiro titan ao vivo na casa do Gereth pensei: “eu preciso de um desses rsrs”. Mas em função do valor ficou meio complicado, e vendo muitos “aventureiros” na net, resolvi também eu me aventurar, assim nasceu “Redenctus”.

 

 

 

 

TPF: Como foi o processo de decisão pela escala do Titan? Você pretendia usá-lo como um Reaver Titan desde o principio? Porque não fazer um projeto menor, um Warhound, por exemplo, antes de fazer um Reaver?

 

Ton: Eu pensei bem antes; mas sempre achei o Reaver mais imponente e “trabalhoso”, coisas que me impulsionaram a ter essa decisão. Sim, acho o Reaver um titan fantástico, imponente e rico em detalhes. Pensei em começar “do básico” até porque seria bem mais fácil para um iniciante como eu; Redenctus foi meu primeiro projeto que saiu realmente do papel. A idéia de fazer um Warhound não me cativou muito; então parti para uma linha que tinha certeza que não iria parar até ver o fim, que foi um “Reaver”.

 

 

 

 

 

TPF: Como se deu o processo de confecção do mesmo? Foi estabelecido um cronograma ou você foi trabalhando a medida que tinha vontade?

 

Ton: Bom foi um meio termo. Eu me dei um cronograma bem flexível de 6 meses rsrs; era o meu ideal. Não queria que o projeto se tornasse uma cobrança pra mim, era meu momento de relaxar, então tinha quer ser prazeroso. Sem falar que Redenctus foi feito com sucatas e materiais que estavam no lixo, literalmente. Então encontrar as peças certas que se encaixavam como eu queria não era uma tarefa fácil. Mas à medida que ia criando e montando, ia ficando mais empenhado querendo ver o resultado final.

 

 

 

 

TPF: Quais foram as peças empregadas na construção do Titan?

 

Ton: Basicamente? Lixo e sucatas. Canetas Bic, canetas marca texto, mouses de pc, canos, tampa de garrafa de café, carimbos, potes de remédio, massa de biscuit, durepoxi e alguns bits de Space Marines. Os símbolos dos Adeptus eu fiz de molde, todos são em durepoxi.

 

 

 

 

 

TPF: Após ver as fotos do passo a passo que ilustram o artigo é possível identificar algumas peças empregadas na construção como sendo sucata. Como você identifica uso para coisas que seriam jogadas fora?

 

Ton: Sempre gostei de sucatear coisas, abria carrinhos e brinquedos pra ver como funcionavam. Então vou formando desenhos na cabeça com as coisas que acho, de tal coisa poderia encaixar com isso ou aquilo. No caso do Redenctus eu juntei muitas coisas, boa parte nem cheguei a usar nele; mas estavam de prontidão; e se não serviu pra ele, talvez sirva para os próximos que virão; não me desfiz de nada.

 

 

 

 

 

TPF: Diversas partes do Titan foram esculpidas, especialmente os adereços decorativos. Que massa e instrumentos você usa para esculpir?

 

Ton: As massas que usei nele foram biscuit e durepoxi; Pra esculpir uso uma faca de cozinha lixada para virar uma esteca, tesoura, e umas estequinhas com ponta de borracha (Indicação do Gereth); basicamente isso; nada de difícil acesso a qualquer um.

 

 

 

 

 

TPF: Quais são seus planos futuros? Vai construir outras miniaturas como o Titan? Quais são suas dicas para alguém que gostaria de seguir seu exemplo e construir seu próprio gigante de guerra do futuro?

 

Ton: Com certeza irei construir mais; depois que você faz o primeiro, acaba “viciando”… a realização de ver algo assim formado do nada com coisas que muitos jogariam fora, é uma sensação indescritível. Eu acredito que as principais dicas são: seja determinado, existem adversidades em fazer algo do zero (achar itens, dedicação de tempo e etc.) mas o resultado vale muito o esforço. Outra coisa muito importante é: esteja sempre aberto a idéias, criticas e opiniões de outras pessoas, principalmente as que tem mais experiência; vai fazer seu conhecimento crescer. Rejeite coisas e pessoas negativas; que ficam dizendo coisas que desanimariam ou mesmo que ajam com desdém; que façam você desistir ou que isso seja perda de tempo; deixe sua imaginação muito solta, siga sua criatividade e faça aquilo que te satisfará.

 

 

 

 

TPF: Para finalizar uma pergunta recorrente de alguns leitores, você aceita encomendas para fazer um Titan parecido? Em caso de resposta afirmativa como nossos leitores podem contatar você? Alguma consideração final?

 

Ton: Olha, não foi minha ideia inicial não… mas acho que aceitaria sim. A única coisa complicada é que em grande parte das vezes uma coisa “artesanal” não é bem valorizada como deveria; e em alguns casos acaba não compensando. Mas pra quem quer algo diferente, exclusivo e valorize o trabalho eu aceitaria a empreitada rsrs. Só vale lembrar que é possível fazer um parecido, igual não tem como. Bom podem me mandar um email: ton.furegatto@gmail.com e se preciso repasso meu telefone.

 

Bom galera é isso. Espero que essa entrevista abra caminho pra muitas idéias e encoraje mais gente a se aventurar usando a criatividade. Agradeço novamente ao The Painting Frog e a todos, que tiraram um pouquinho do seu tempo para ler essa matéria.

Um abraço a todos.

 

 

 

 

 

 

E acho que é isso pessoal. Acho que esses dois artigos com o “Redenctus” do Ton mostram que com um pouco de disposição e muita criatividade qualquer um pode contar com o apoio de um Titan em seus jogos de Apocalypse.

 

Se você fez algo igualmente legal e queria ver seu trabalho postado aqui no blog é só deixar um alô nos comentários.

 

Até logo.

Comments
  1. Normal says:

    Ton, fantástico. Já há um tempo tento fazer planos para criar um pra mim, e o seu com certeza me trouxe algumas luzes. Só tenho uma pergunta, como você o molde em durepoxi para o símbolo do mecanicum?

    • Ton says:

      Normal

      Muito obigado cara, acompanho suas peças e acho todas fantásticas; um titan feito por vc não seria diferente; te incentivo a fazer,no final da uma sensação de contentamento sem precedentes. Sobre o molde foi assim; o Gereth gentilmente me emprestou um bit do titan dele, que é esse símbolo, só que vem no formato de uma moeda (em resina). Eu fiz uma bola grande de durepox e amassei formando uma moeda bem grossa, peguei o símbolo e passei bastante glicerina liquida, e apertei ele no durepox… esperei uns 15/20 minutos (pouco antes de secar totalmente) num ponto sem risco de estragar o molde. Ai depois de um dia, com molde bem seco; enchi o molde com glicerina, coloquei uma bolinha de durepox suficiente pra preencher o molde e apertei uniformemente… antes do durepox secar, tirei ele com um palito pelo centro onde havia mais durepox (pra nao ter risco de furar o simbolo); com ele ainda meio mole; com um estilete pequeno ia cortando as entradas para formar a engrenagem como eu queria.
      Qualquer coisa me manda um e-mail que tento explicar melhor.

      Abraço

      • Ton says:

        Uma correção aqui rsrs:

        Eu fiz uma bola grande de durepox e amassei formando uma moeda bem grossa, peguei o símbolo e passei bastante glicerina liquida, e apertei ele no durepox… esperei uns 15/20 minutos (pouco antes de secar totalmente) num ponto sem risco de estragar o molde E TIREI O BIT DO DUREPOX.

      • Normal says:

        ah blz… o esquema então é arrumar o bit com o Estevão haha. Valeu cara!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s