Hello there Reader.

 

I must begin this post by being honest and admitting I haven’t been able to produce a single figure for the “A Tale of X Gamers” Project.

 

There were countless factors which conspired so that I wouldn’t have the time or the will to work on the miniatures of my Word Bearers army and since that’s something most of us will face sometime over the course of our hobby lives I thought it would be ok to talk a little bit about it here on the blog.

 

Every now and then I talk about “real life” here on the blog, which is the everyday stuff from our lives when we’re not devoting ourselves to what truly matters: Our hobby. Well, real life does have the intrusive habit of getting into one’s way when it comes to quality hobby time and it’s only natural that from time to time, we see ourselves without enough free time to devote to our hobbies, specially wargaming which demands a lot of time in order to assemble and paint our miniatures before we even get to play some games.

In my case the constant moves (by now I’ve lived in 3 different towns over the course of one year and there’s a chance I might move again soon) have been extremely disheartening and add some personal problems to that and you’ll probably see why I haven’t been doing much as of late. But honestly it doesn’t take much to affect our hobby time: Domestic chores, family members demanding more time, partying with friends, increased workload, or pure and simply the lack of “hobby mojo”. Everything can conspire to spirit you away from your models.

 

So even though there’s no big consequence if you don’t have enough time to devote to your hobby (it’s just a hobby after all- or is it?) the fact remains that you probably won’t be getting any games anytime soon unless you assemble and paint those models.

 

But fret not if you can’t spare enough time right now. There’s tons of way to keep in touch with the hobby and one of them is through reading. That’s one thing I have been doing a lot lately, not only because I’ve always found reading the background stories of any given game’s universe entertaining but also as a source of inspiration when building an army, so I’ve been delving into the 40K universe a lot, and was surprised to find out after years in the hobby that Horus and his Sons of Horus weren’t the original traitors and that the culprits for the highest treason committed against the “Imperium of Man” are the very Word Bearers I’ve chosen to collect.

 

Another interesting source of reading are the Codexes and Rulebooks for the Warhammer 40K game (or the rules manuals of other games) as you can’t read those enough, either to learn the rules effectively or to devise ingenious tactics with which to crush your enemies, see them driven before you and hear the lamentation of their women. Rulebooks are also a great source of background stories and often inspire us to collect armies so there’s never an excuse not to dedicate that 30 minute reading time before you fall asleep to reading.

 

But in the end it doesn’t matter how much one is reading, or browsing the web for information, sooner or later we’ll all need to find some time to get to grips with assembling and painting our models if we’re ever to experience wargaming as intended to: with beautifully painted models and stunning terrain. Even if having free time sound utterly alien to you it is indeed possible to get into wargaming and having fun with it. What is the secret to it? Having a method to face the task ahead of us.

 

 

Procrastination is the name of any hobbyist’s worst enemy and the secret to avoid being swamped in miniatures for the rest of your hobby life is to do a little bit every day. Yes my fellow reader, this might seem like a pretty obvious piece of advice, but not everyone understands that having a daily commitment to the hobby, no matter how small, is really profitable after a few months and trust me when I say you don’t need much time every day.

 

I believe something like 20 minutes, or perhaps half an hour, devoted to the hobby everyday will produce a lot more results than investing the same amount of time only during the weekends. Having small achievable goals every week instead of huge unattainable ones will also help you in being more productive.

 

Instead of setting yourself the goal of painting 20 Chaos Space Marines in one month try setting the goal of painting 5 of them in a week. “There’s no difference as 5 marines in a week will amount to the same 20 in a month” some of you might cry out. What’s the difference then?

 

The difference is that with a monthly goal it will be a lot easier to procrastinate, after all you’ll have a WHOLE MONTH to paint those 20 Chaos Space Marines so not investing those 20 minutes tonight wouldn’t hurt right? Wrong, since the most probable outcome is that you’ll keep postponing that work and by the end of the month you’ll either not complete the goal by not producing enough or, most probably, will recognize you failed miserably and that you’ll begin anew next month.

 

How do I know that? Believe me I’ve been down that path more often than not so that’s why I’m suggesting that having more modest objectives will be more profitable to your hobby as the natural result of that little bit of time invested everyday will be accomplishing painting a full unit in a couple of weeks, a vehicle squadron after another month and eventually a full blown army, all that with those 20-30 minutes devoted to the hobby every day.

 

And before any of you raise accusing figures pointed at me I’ll defend myself by saying that o, this isn’t the classic case of doing what I tell you to do instead of what I do. I really try to set myself these small goals and paint a little bit every day, as well as creating “painting rewards” like only painting a nice character miniature after I finish painting an entire unit. The fact remains that up to now it has been a struggle to find these minutes every day but anymore. I’ll set myself the goal of sorting through the mess on my painting station and get back to working. We’ll see how it turns out pretty soon I guess.

 

The painting staton as it is today.

 

And I guess that’s it for today. Persevering is key to success in the long run in this hobby so let’s create some goals and get to painting today.

 

Before we part ways I’d like to remind you this is the third part in a series of articles and you can click the links to check part 1 and part 2.

 

See you around.

 

Over and out.

 

+++

 

Salve Leitor.

 

Devo começar sendo honesto e admitindo que ao longo dos últimos meses não consegui produzir absolutamente nada para o army de Word Bearers de Chaos Space Marines que estou construindo para o Tale of X Gamers.

 

Inúmeros fatores entraram em jogo conspirando para que eu não tivesse tempo, ou vontade de mexer nas miniaturas do exército e já que esse é um fator que a maioria de nós vai enfrentar uma vez ou outra ao longo da vida no hobby achei pertinente tratar do assunto aqui com vocês.

 

Vira e mexe falo por aqui da “vida real” que nada mais é que o conjunto dos compromissos cotidianos não relacionados ao nosso hobby que insistem em atrapalhar a fruição deste último. Por definição um hobby é um passatempo, algo que fazemos em nosso tempo livre para nos entreter, assim, nada mais natural que por vezes nos vejamos surpreendidos sem tempo para nos dedicarmos a ele (ainda que o mesmo continue ocupando nossos pensamentos o tempo todo).

 

No meu caso em particular foram as constantes mudanças ao longo do último ano que acabaram me roubando um bocado do gás para produzir, além de alguns problemas pessoais, mas não é preciso muito para que vejamos boa parte de nosso tempo livre indo pro espaço e o hobby sofrendo em consequência disso: Tarefas domésticas em casa (more você sozinho ou com os pais), namorada (ou esposa ou filhos) querendo mais atenção, cervejadas com os amigos, baladas, aumento na carga de trabalho ou pura e simplesmente a falta de saco.

 

Embora não haja nenhuma consequência drástica de não se ter tempo para o hobby subsiste o fato de que os planos para usufruir dele na mesa de jogo acabam atrapalhados, mas existem sim maneiras de manter contato com o hobby ainda que não se disponha de tempo suficiente para montar e pintar as miniaturas, construir cenários ou mesmo jogar.

 

Uma delas é a leitura. Eu mesmo tenho lido bastante e pesquisado mais sobre o background do capítulo que escolhi. Sempre achei bastante inspirador ler estórias sobre o universo dos jogos já que essa leitura não só me entretêm, mas também me ajuda na busca de ideias sobre como confeccionar as peças do meu exército. Nas leituras recentes acabei descobrindo coisas legais que, mesmo após uma década no hobby, eu ignorava como o fato de que os Word Bearers foram os traidores originais do Império e engendraram a queda do Horus (que acabaria levando a fama pela traição ao imperador – daí o nome “Horus Heresy”).

 

Uma dica para conseguir material de leitura é procurar pelos livros da Black Library na Livraria Cultura (não, eu não sou comissionado e não ganho absolutamente nada com essa indicação). Eles possuem um bom acervo e frequentemente possuem títulos em estoque e na distância de um clique. Inglês é obrigatório já que, até onde eu sei, nada desse material foi traduzido para o português.

 

Outra pedida é estudar as regras do jogo. Assim como a leitura das estórias ambientadas no universo do 40K você pode dedicar aquela meia hora antes de pegar no sono à leitura das regras do jogo e do seu exército no Codex apropriado. Isso contribui não só para seu domínio das regras (e posteriormente para a fluidez de suas partidas), mas também ajuda bastante aos que estão iniciando a escolher um tema para a construção do seu exército, seja privilegiando um aspecto tático peculiar ao exército que você escolheu, ou representando as forças de uma estória que você leu no Codex e curtiu (os Codex sempre trazem pequenas estórias sobre o exército de que ele trata) ou até mesmo a partir de uma ilustração que tenha te inspirado.

 

Porém, não importa o quanto se leia, ou navegue na internet em busca de informação, eventualmente todos nós precisamos encontrar tempo para montar e pintar miniaturas se a intenção é um dia jogar Warhammer 40.000 (ou qualquer outro Wargame) da maneira que ele foi criado para ser jogado, ou seja, com belas miniaturas, pintadas, e em cenários fantásticos e mesmo que não dispor de tanto tempo livre seja uma regra na sua vida é SIM possível usufruir desse hobby. O segredo? Ter método para encarar a tarefa a nossa frente.

 

 

Procrastinação é o nome do maior inimigo do hobby e o segredo para evitar se ver afogado em miniaturas sem pintura é fazer um pouco todo dia. Sim caro Leitor, o conselho pode parecer óbvio, mas nem todo mundo entende que ter um compromisso diário com o hobby rende bastante ao longo de alguns meses e acredite em mim, não é preciso tanto tempo assim.

 

Algo como 20 minutos, ou meia hora, dedicados todo o dia ao hobby produz resultados muito mais efetivos do que dedicar o mesmo tempo semanal (digamos 3 horas) somente aos finais de semana. Ter pequenas metas semanais ao invés de grandes metas inatingíveis também pode te auxiliar a ser mais produtivo. Ao invés de decidir-se em pintar uma unidade de 20 Chaos Space Marines ao longo de um mês crie a meta de pintar 5 deles em uma semana. “Não faz diferença nenhuma cara, 5 marines por semana vão dar exatamente os mesmos 20 marines por mês” podem dizer alguns de vocês. Qual a diferença então?

 

A diferença é que com uma meta mensal é mais fácil procrastinar, afinal de contas você tem um mês inteiro pra pintar aquelas peças e pode deixar de dedicar seus 20 minutos para o hobby hoje certo? Errado, já que o mais provável é que você, como eu já fiz inúmeras vezes, vai deixar pra pintar as miniaturas mais para o final do mês e vai acabar pintando somente algumas ou, mais provavelmente, vai reconhecer que falhou miseravelmente na meta aquele mês e deixar tudo para o próximo.

 

Assim, ter objetivos mais modestos acaba rendendo mais para o hobby já que ao longo dos dias, semanas e meses o resultado natural desse compromisso diário é completar a pintura de uma unidade inteira, um veículo, e eventualmente todo o seu exército. É literalmente um daqueles casos onde de grão em grão a galinha enche o papo.

 

E não, antes que alguém me acuse digo que este não é o clássico caso de fazer o que eu digo e não o que eu faço. Eu realmente tento estabelecer essas pequenas metas e pintar um pouco todo dia, bem como criar “recompensas” de pintura (como só pintar um veículo ou general após terminar de pintar uma unidade), mas, subsiste o fato que, ao menos por hora estava bem difícil dispor dessa meia horinha por dia. Mas não mais, minha meta pra semana é arrumar a bagunça do meu espaço de pintura e voltar a produzir. Veremos em breve como eu me saio!

 

O espaço de pintura em seu atual estado.

 

E acho que é isso por hoje pessoal. Perseverança é o segredo para o sucesso nesse hobby então vamos lá criem suas metas e vamos pintar. Antes de me despedir queria lembrar você de que este é o terceiro artigo de uma série que estamos publicando. Assim se você não conferiu os anteriores pode clicar nos links para ler a parte 1 e a parte 2.

 

Mais em breve. Grande abraço e até logo.

Comments
  1. Vitor says:

    PROSCRATINADOR!!!! Tua meta dessa semana é arrumar essa mesa!!!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s