Hello Folks.

 

This is my 5th article from a series about “A Tale of X Gamers – ToXH” where I’ll build a 2000 point Ork army for the Warhammer 40K game.

 

On the previous month I finished panting my Warlord, Ghazghkull Thraka. This month I haven’t painted anything new, but I do have something to share with you readers. One of these days when I went for a game on Gereth’s house something really unpleasant happened.

 

Ever since I began gaming, I had always transported my miniatures in a regular box, without any sort of protection. The models were loose inside the box.

So on this particular day I dropped the aforementioned box on the floor as I was entering Gereth’s house (because our buddy Valter, fat as he is, couldn’t get out of his way – Gereth’s note). As soon as I opened the box I noticed the damage as lots of parts came apart and some models even got broken!

 

Putting everything back together and touching up the paintjob on those that got chipped was a lot of work which made me realize the miniatures shouldn’t be carried around like that. I then decided to invest in some sort of minimal protection.

 

As I’ve already overspent my initial budget I had to go for a cheaper alternative than purchasing GW’s Carrying Case.

 

Following some tips from Gereth I purchased two different kinds of foam in a mattress store in my hometown, with different thicknesses so I could make the cuts into which I’d fit the miniatures. The total cost for the foam was R$ 65,00 (around U$ 32,50). I also purchased a big plastic box for another R$ 35,00 (U$ 17,50) in order to transport and store my miniatures in.

 

The thicker foam is the one which will house our miniatures in it so it was on it that I had to cut the spaces for each miniature size.

 

I then cut off a rectangle roughly the size of the plastic box and divided the spaces in order to create the grooves. After the positions were marked with a pen I used a regular hobby knife to cut the foam. This is how the trays looked:

 

 

After that I cut another two rectangles from the thinner foam, the same size of my previous thicker foam. These would be used as the bottom of my tray. I glued both rectangles to a piece of thick paper card (one on each side of the paper) and then glued this to the bottom of the thicker foam. That way we get a firmer tray and we won’t risk it bending with weight when you put it inside the box. Here’s how it looked:

 

 

 

For the bigger miniatures in my army, like vehicles and walkers, we must create custom trays using the measurements of each of them. The best way I found to do that is putting them over the foam and draw their outline directly on it. In this case I had to use two slices of the thicker foam in order to reach the necessary height:

 

 

And this is how my miniatures get transported to battle nowadays.

 

 

I want to see if they’ll break now.

 

And that was pretty much all my hobby related activities this month. Here’s an update expenses chart:

 

 

And that’s it for now Readers. See you soon and remember this is the fourth part in a series of articles. You can click the following links to check part 1, part 2, part 3 and part 4.

 

+++

 

Olá pessoal.

 

Este é meu quinto artigo da uma série sobre “A tale of X Gamers” – ToXG, onde vou construir um army Ork de 2.000 pontos no Warhammer 40K.

 

No mês anterior concluí a pintura do meu WarLord Ghazghkull Thraaka. Esse mês não pintei nada de novo, mas tenho um relato para contar aos caros leitores. Um dia desses, quando foi jogar uma partida na casa do Gereth, e aconteceu um fato bastante desagradável.

 

Desde que comecei a jogar, sempre transportei todas as minis em uma caixa comum, sem proteção. As peças ficavam soltas no interior da caixa.

 

Desta vez, acabei derrubando a caixa no chão logo ao entrar na casa dele (por culpa do Valter que está gordo e não saiu da frente, esbarrando no Marcelo e derrubando a caixa no chão – Nota do Gereth). Ao abrir a caixa, fui perceber o estrago. Várias peças descolaram das miniaturas. Algumas até quebraram!

 

Deu muito trabalho colar tudo novamente e retocar pintura daquelas que foram lascadas. Nesse dia percebi que as minis não poderiam ser transportadas assim. Decidi investir em alguma proteção mínima.

 

Como já gastei demais com as minis já extrapolei a meta de custos, tive que partir para uma alternativa mais barata do que comprar o army case da GW .

 

Seguindo as dicas do Gereth, comprei dois tipos de espuma numa loja de colchões da minha cidade, com espessuras diferentes, para fazer os cortes e encaixar minhas minis. O custo da espuma e cola ficou em R$ 65,00.

 

Comprei também uma caixa plástica grande, para guardar e transportar as minis, ao custo de R$ 35,00.

 

A espuma mais grossa é que vai acomodar as minis. É nela que tenho que recortar os nichos do tamanho de cada mini.

 

Então cortei um retângulo do tamanho da caixa plástica, e dividi os espaços para criar os nichos, usando uma caneta e régua. Depois de riscadas as posições, usei um estilete comum  e afiado para cortar a espuma. Os trays (bandejas) ficaram assim:

 

 

 

Depois cortei dois retângulos da espuma mais fina, do mesmo tamanho da anterior, para servir de fundo para a espuma mais grossa. Colei as duas espumas mais finas com uma cartolina no meio, e colei tudo na espuma mais grossa. Assim a espuma fica mais firme e não corre o riso de dobrar quando for colocar ou tirar da caixa. Ficou assim:

 

 

 

Já para as miniaturas maiores, como os veículos e walkers, é necessário sair do padrão e customizar na medida de cada um. A melhor forma é colocar a mini em cima da pintura e demarcar com a caneta diretamente na espuma. Nesse caso ainda tiver que usar duas camadas de espuma  grossa, para chegar na altura desejada:

 

 

 

E agora é assim que transporto minhas minis para os campos de batalhas.

 

 

Quero ver quebrar agora.

 

Bom, essa foi a atividade desenvolvida no hobby este mês.

 

Segue a tabela de custos atualizada:

 

 

Por enquanto é isso, caros leitores. Lembre-se de que este é o terceiro artigo de uma série. Se você ainda não leu os artigos anteriores pode fazê-lo clicando aqui para a parte 1,  parte 2, parte 3 e parte 4. Até a próxima!

Comments
  1. Wulfgar says:

    Fala Marcelo!!!

    Cara, curti bastante sua idéia de fazer os trays, eu já tinha feito assim, mas usei uma espuma um pouco + grossa que as minis (deitadas, como as suas), e não tinha cortado toda a espuma dos retângulos.

    Depois de ler seu tópico, eu estou pensando na idéia de colar só uma cartolina abaixo das espumas, ganhando espaço pra carregar as minis, e economizando algum espaço, ao menos pra carregar minis de plástico, talvez colando uma camada mais fina de espuma sobre a cartolina… será que resolve o problema?

    Tenho uma dica sobre braços e pernas das minis se soltando: tente usar cola plástica. Uma parte da peça se funde à outra, e ganha uma boa resistência, tem pessoas que usam super bonder pq ao mudar de edição pensam na possibilidade de mudar as armas das minis, por outro lado eu já perdi armas por conta de ir uma peça pra cada lado ao cair no chão, então prefiro ter minhas peças inteiras na medida do possível. Inclusive pra reparar as minis, a cola plástica é mto boa.

    Como a cola plástica no geral é cara, eu utilizo um produto pra dentistas chamado JET, não é coisa minha, foi dica do Pablo Maio, que já trabalha com arte modelismo há mto mais tempo. Vc compra em lojas de produtos pra dentistas, é uma caixinha verde com um vidro, no geral compro um pote grande e coloco uma quantidade menor em um vidro pequeno, assim evita maiores acidentes. Vem com um bico dosador, mas o melhor é usar um pincel velho pra passar a cola nas partes das minis, e aguardar aí umas 8 horas pra secar… claro q na hora já fica firme pra usar, mas não está totalmente seco (ou seja, se vc fez uma burrada na hora de colar a mini, ainda tem um tempinho pra concertar, hehe).

    Ou claro, vc pode usar a cola plástica da pp GW. mas eu não gostei dela, e ouvi reclamações de que ela seca no vidro se demorar a usar tudo.

    Um abraço,
    Leandro / Wulfgar

  2. Wulfgar, obrigado pelo comentário.
    Os trays ficaram muito bons, embora usando aquele reforço embaixo realmente acabei perdendo espaço. Lembro que cheguei a fazer uns cálculos no dia para saber se caberia uma fileira a mais se não usasse tanta proteção em baixo, e acabei achando que não daria certo, por causa da tray dos veículos. E ainda tenho umas minis de metal…. essas pesam pra caramba, e aí não poderia ser diferente. Mas certamente, para minis só de plástico, acho que não precisa tudo isso, e se vc colar só a cartolina por baixo, vai fica firme.

    Mas ai entra outra questão também: as minis do tray de baixo vão ficar em atrito com a cartolina… acho q foi por isso que desiti.

    Uma vantagem da proteção maior, é que a bandeja fica bem firme, principalmente para retirar / coloca-la na caixa, sem entortar toda. Foram as dicas do Gereth né. O cara ta me ensinando tudo no hobby. Não dá pra contrariar as dicas do mestre. Hehehe.

    Revendo essas fotos ai deu até dó de ver as espumas retangulares retiradas, pois joguei tudo fora… muita espuma jogada fora e que hoje queria fazer umas árvores simples com elas…

    Sobre a cola plástica já cheguei a usar uma da army painter. Muito boa mesmo, mas durou pouco. Acabou endurecendo dentro do próprio potinho. pena. Ai não comprei mais e fiquei só no super bonder. Valeu pela dica do material de dentista. Se encontrar por ai vou tentar.

    Abçs

    Marcelo

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s