Hello there Reader.

 

I’m quite often asked how one should begin in the hobby of miniature painting. The answer couldn’t be simpler: Buy some miniatures, good paints and a good brush and start painting. It’s really that simple.

 

Miniature painting, like any other skill, is an ability which we’ll develop over time with a lot of study and practice.

Believe me when I say only study and practice separate paintjobs like these:

 

 

 

 

 

From paintjobs like these (sample figures from Jarek Drabek from Camelsonart):

 

 

 

 

 

The difference is incredible right? Well the practice part is self explicative, meaning you should paint as much as you can, trying to vary the miniature’s style from time to time and tackling different textures, colors, effects, as often as possible so you can develop new skills. Stepping out of your comfort zone is important for that, so don’t be afraid of experimenting often.

 

It is the “studying” part a lot of people tend to frown upon, specially because miniature painting is supposed to be a hobby and not something that you should “study”, but trust me that the word study here is in the broadest of senses meaning that you’ll eventually have to do some reading about miniature painting in order to learn new skills. Reading about something you enjoy hardly qualifies as “study” as well.

 

The internet plays a huge part in studying miniature painting today as there’s literally countless miniature painting tutorials out there (there’s a few here on the blog as well) you can read and learn from.

 

But as of late I’ve been trying to study miniature painting in a more “traditional” approach, meaning I have been buying books on the subject, watching some video lessons and attending some seminars, all that because I feel my abilities are a little stagnant right now (I do feel that way from time to time).

 

One of the things I realized I should devote some time to, after talking about it with my friend Marcos, was color theory, and how colors relate to each other in order to produce more harmonious looking miniatures. Whenever I paint I tend to go with the flow using colors as I see fit, but I’ve come to realize I should devote sometime to understanding how colors interact in order to get better results.

 

I understand there’s a lot of books talking about color in English but not that many about this subject in Portuguese. I do read English but some of my Brazilian readers don’t so that’s what prompted me into looking at book options in the Brazilian editorial market (or at least books that were written in Portuguese). While researching a bit I came across a book project entitled “O Uso das Cores” (The Use of Colors) at Catarse (a Brazilian crowd funding website similar to Indiegogo and Kickstarter).

 

Written by the renowned Brazilian colorist Cris Peter the book will address the color topic in the broadest possible sense, talking about how colors relate to each other, how they can be used to convey emotions and so on and so forth.

 

Cris and some of her works.

 

The name of the author might seem familiar to you, especially if you’re also into comic books as Cris has been nominated for an Eisner award as best colorist and works for the giants in the comic book industry, Marvel and DC, while also working on important titles in Brazil like “Astronauta: Magnetar” from MSP (Mauricio de Souza Productions – the publisher of the most popular comic books in Brazil called “Turma da Mônica” – “Mônica’s Gang” in English).

 

Some sample pictures of Cris’ works as a colorist:

 

 

 

 

“But she uses colors only in digital media!” I can hear some of you saying. Yes, she does indeed work mainly in digital coloring but her knowledge and background qualify her for writing a book on color, and her list of topics for the book show that digital coloring will be tacked only in passing as, according to herself in reply to an email of mine, “she didn’t want to set a date for her book by talking about specifics of digital coloring today”.

 

I think that if you’re reading this in English, the greatest problem of her book will be that it is written in Portuguese, but if you’re able to read this language I strongly recommend supporting her project and getting you a copy of the book.

 

Putting my money where my mouth is I have already secured me a copy.

 

 

Over and out!

 

+++

 

Salve Leitor.

 

É bastante comum que novos adeptos do hobby de colecionismo e pintura de miniaturas se sintam meio perdidos e não façam a menor ideia de por onde começar, até mesmo porque esse hobby é bem pouco difundido aqui no Brasil. Já perdi a conta de quantas vezes recebi mensagens através do blog ou em fóruns de colegas de hobby buscando mais informações sobre a pintura de miniaturas.

 

No intuito de ajudar iniciantes cheguei até mesmo a redigir um artigo chamado “Dicas de Pintura”, publicado originalmente no fórum Warhammer Brasil e em uma primeira incarnação deste blog, onde abordo em linhas gerais tópicos básicos inerentes ao hobby. Fato é que como em qualquer outra atividade de nossas vidas a pintura de miniaturas demanda estudo, dedicação e prática.

 

Não existe um segredo. Somente prática e estudo separam trabalhos de pintura como estes:

 

 

 

 

 

De trabalhos de pintura como estes (as figuras mostradas foram pintadas por Jarek Drabek do site Camelsonart):

 

 

 

 

 

Diferença gritante não é?

 

A parte da prática é meio autoexplicativa, ninguém vai se tornar um bom pintor de miniaturas se não se sentar para pintar. A máxima de que a prática leva a perfeição não poderia ser mais verdadeira e aqui implica em exercitar com frequência as habilidades e técnicas e não ter medo de deixar sua zona de conforto e experimentar coisas novas.

 

O estudo vai demandar investimento de tempo e dinheiro e é através dele que o pintor de miniaturas neófito vai adquirir conhecimento para exercitar através da prática. Muita gente acaba torcendo o nariz para o uso da palavra “estudo” relacionado ao que deveria ser um hobby, mas, aqui a palavra é empregada em sentido mais amplo. “Mas eu vou estudar o que?” você pode estar se perguntando. Existem bons tutoriais gratuitos disponíveis na internet (inclusive aqui no blog) explicando à exaustão técnicas de pintura de miniaturas, inclusive mostrando passo a passo todo o processo de pintura desde a aplicação do primer até a última demão de verniz que protegerá o trabalho de pintura.

 

“Mas é só isso?” Não. Tenho lido bastante sobre pintura e comecei a perceber que alguns conhecimentos artísticos elementares devem ser aplicados também à pintura de miniaturas para que tenhamos sucesso com o resultado final. Uma das coisas que afeta bastante o resultado do nosso trabalho são as cores e seu uso efetivo, como elas interagem entre si, como são empregadas para transmitir emoções, etc.

 

Dando uma sapeada pela internet sobre o assunto acabei esbarrando no projeto do Catarse (site de financiamento coletivo aqui no Brasil) de um livro chamado “O Uso das Cores”.

 

A proposta do livro é bastante interessante e a gama de assuntos abordada promete ser bastante útil pra nós pintores de miniaturas. “Ah, mas esse é mais um livro sobre o assunto de toda uma gama que já existe!”.

 

Sim, você até poderia estar certo SE a autora do livro não fosse a Cris Peter.

 

“E quem é a Cris Peter?” Se você não curte quadrinhos não tem mesmo como conhecer o trabalho dela, mas, se você também tem entre seus hobbies a leitura de gibis deve conhecê-la ou ao menos ter esbarrado em algum trabalho dela sem saber.

 

Cris e algumas revistas em que trabalhou.

 

A Cris trabalha como colorista para o mercado internacional de quadrinhos há algum tempo tendo em seu currículo uma indicação para o Prêmio Eisner na categoria de melhor colorista e trabalhos para as maiores editoras do mercado, a Marvel e a DC, sendo ainda responsável pelas cores da primeira graphic novel produzida pela Mauricio de Souza Produções (Astronauta: Magnetar).

 

Alguns exemplos do trabalho da Cris como colorista:

 

 

 

 

Embora a autora trabalhe com cores através da mídia digital a grade de assuntos abordadas no livro não fica restrita a esse meio e ela tem bagagem e conhecimento suficiente para escrever um livro sobre o assunto. Lendo a descrição do projeto pude perceber que o uso das cores é encarado de forma bastante abrangente tendo sim aplicação para nós pintores de miniaturas.

 

Registro aqui minha indicação, e pra provar uma vez mais que coloco meu dinheiro nas coisas que indico fica o registro da minha colaboração.

 

 

A meu ver essa é uma oportunidade imperdível então não deixem de apoiar a iniciativa! Quem sabe a Cris não resolve experimentar pintura de miniaturas e em breve lance um livro voltado pro nosso hobby (eu posso ao menos sonhar não?).

 

Fica uma vez mais o link para o projeto e meus votos de que seja bem sucedido, a autora e o mercado brasileiro agradecem por isso: http://catarse.me/pt/usodascores.

 

Grande abraço e até breve.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s