Hello Reader!

 

This is the Portuguese version of the article published here yesterday about Mantic’s newest Kickstarter campaign to fund the “Dungeon Saga: The Dwarf King’s Quest” game. Do check it out if you missed it and if you fancy vanquishing the forces of evil while killing monsters and plundering a dungeon please give a look into the Kickstarter campaign.

 

Over and out.

+++

 

Salve Leitor!

 

Há alguns dias atrás publiquei aqui no blog meu artigo sobre a visita que fiz à Mantic Games em janeiro de 2014 por ocasião de uma viagem à Inglaterra (os artigos sobre essa viagem e outras companhias visitadas estão sendo publicadas aqui no blog na série “Visiting Britain’s Lead Belt”), oportunidade em que pude conhecer mais sobre a empresa, seus produtos e sobre as pessoas que trabalham por lá.

 

Se você acompanha o blog regularmente já sabe que tenho olhado com carinho para os jogos e produtos da Mantic como uma alternativa viável para mim e demais colegas de hobby aqui no Brasil aos cada vez mais difíceis de adquirir, e caros, produtos da Games Workshop. Um dos jogos da empresa que já havia mencionado por aqui é o Deadzone, jogo sobre o qual publiquei um artigo por ocasião da campanha de financiamento do mesmo no Kickstarter.

 

Após visitar a empresa posso dizer que tenho interesse redobrado em seus produtos e estava aguardando com grande expectativa a nova empreitada deles no universo de jogos com miniaturas. Uma das coisas que mencionei no artigo em questão foi o iminente lançamento de uma nova campanha de financiamento coletivo de um novo jogo da Mantic através do Kickstarter ainda em 2014.

 

 

Diferente dos wargames tradicionais produzidos pela empresa, desta feita a Mantic volta seus esforços para um Board Game mais tradicional, em especial um “dungeon crawler” (espécie de jogo onde os participantes exploram uma masmorra, derrotando monstros e acumulando recompensas e tesouros), mas ainda empregando fantásticas miniaturas. O jogo em questão é o “Dungeon Saga: The Dwarf King’s Quest” e a campanha de financiamento já está no ar e atingiu a meta mínima de arrecadação em assombrosos 4 (isso mesmo QUATRO) minutos e desde então vem desbloqueando metas estendidas de arrecadação.

 

Como já havia mencionado em meu artigo anterior sobre a companhia esse novo jogo revisita uma antiga propriedade intelectual da empresa, o “Dwarf King’s Hold” (também um dungeon crawler).

 

O “Dwarf King’s Hold” original teve origem modesta e pouco pretensiosa, surgindo como um produto derivado da linha de miniaturas de fantasia da Mantic (para o jogo Kings of War). Na época o jogo foi desenvolvido como um novo produto que empregava a linha original de miniaturas da empresa em outra roupagem, efetivamente aproveitando um produto pré-existente (as miniaturas) e diminuindo custos para a empresa (que precisa ganhar dinheiro vendendo jogos no final das contas).

 

A despeito de sua origem o jogo fez bastante sucesso em suas duas versões “Dwarf King’s Hold: Green Menace”, que trazia orcs enfrentando elfos, e o “Dwarf King’s Hold: Dead Rising”, trazendo anões contra mortos vivos (e marcou a primeira aparição do necromante Mortibris), e ganha agora, merecidamente, uma nova versão, ou por que não dizer um novo capítulo (já que o jogo é agora uma “dungeon saga” já deixando claro a intenção de expansões futuras) colocando uma vez mais os jogadores no papel de aventureiros explorando uma masmorra repleta de mortos vivos, com o objetivo maior de frustrar os planos do maléfico necromante Mortibris.

 

O necromante Mortibris retorna para atormentar os heróis.

 

Escrito pelo mesmo Jake Thorton do jogo original, o “Dungeon Saga: The Dwarf King’s Quest” acomoda de 2-5 jogadores na já clássica disputa entre um grupo de heróis e forças do mal. Enquanto um dos jogadores assume o manto do necromante Mortibris e seu exército de mortos vivos, os demais jogadores encarnam um dos heróis de sua escolha na aventura para derrotar o mal.

 

O protótipo do jogo.

 

O valor mínimo de financiamento da campanha é de 100 dólares (somando-se ainda a esse custo o valor adicional da postagem de 40 dólares para o Brasil – O uso do serviço de courier da UPS é mandatório para nosso país) garante aos financiadores a caixa com o jogo básico com miniaturas produzidas em plástico colorido e o tabuleiro modular colorido, tudo pronto pra jogar de imediato sem a necessidade de montagem e acesso a todos aos bônus de arrecadação estendida desbloqueados ao longo da campanha (com mais de duzentos e vinte e seis mil dólares arrecadados enquanto escrevo este artigo a campanha vai muito bem e promete MUITOS bônus extras – o que inclusive foi garantido pelo Ronnie Renton, dono da empresa, em recente artigo sobre o jogo).

 

Embora o jogo inicialmente conte com 4 heróis (nos arquétipos clássicos do guerreiro, bárbaro, ranger e mago) e permita tão somente cinco jogadores como mencionado, eu não vou me surpreender se isso for modificado depois com regras alternativas permitindo mais jogadores afinal de contas o jogo está sendo financiado através do Kickstarter e a Mantic já é conhecida por sua generosidade ao longo de suas campanhas. Até o presente momento já foram desbloqueadas várias metas de arrecadação extra que incluem dois novos heróis no mix da caixa inicial, bem como novos vilões e monstros, então não vai ser tão difícil vermos regras variantes para acomodar novos jogadores a medida que a campanha progride.

 

Os quatro heróis incluídos na caixa inicial se preparam para enfrentar os mortos vivos.

 

O conteúdo desbloqueado até agora.

 

Embora algumas pessoas possam argumentar que este é mais um jogo em um gênero já saturado (e com expoentes como o clássico Descent da Fantasy Flight) e que não trás grandes novidades, eu preço licença para discordar. Acho que a Mantic tem inovado em suas mecânicas e que o “Dungeon Saga: The Dwarven King’s Quest” vai oferecer boas horas de diversão descompromissada, sendo assim capitulei e dei um pledge na campanha, já que, a meu ver, esta é uma oportunidade boa demais para ser desperdiçada, e devo admitir que, uma vez mais, fui fisgado pelas miniaturas.

 

Algumas das miniaturas criadas exclusivamente para a nova versão do jogo.

 

Assim, se você também se interessou em explorar a fortaleza em ruínas dos anões em busca do Tomo de Valandor e desafiar o necromante Mortibris e suas hordas de mortos vivos não deixe de conferir a campanha da Mantic no Kickstarter e o vídeo legal que eles produziram introduzindo um pouco do background do jogo (reproduzido aqui para sua conveniência).

 

 

Até logo.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s