Archive for the ‘Competições’ Category

Hello there.

I firmly believe that one of the great things a wargamer can do towards his own enjoyment of the hobby is to attend a tournament. There is nothing like meeting, sharing experiences and gaming against other like minded people. First because it’s always nice you’re not alone in the wide world and that your hobby isn’t some sort of mania and second because the competitive environment can do wonders in order to instill us with the needed gas to finish overdue projects and to perform better in the various aspects of the hobby.

That’s why I put extra effort into attending tournaments whenever I can. Unfortunately, for reasons not worth mentioning, I was unable to attend othe latest of these events we’ve had this year but at least I get to share information about it with you readers out there (and share some nice pictures as well).

Back in 2007 I was one amongst a group of friends who felt the need to get together and get some games against each other. What might be simple to so many gamers out there was complicated to us as we’re spread all over the huge country which is Brazil. So out of this need we came up with the Fork of Mork tournament which now gets to its 3rd edition.

The event was held once more in São Paulo over the 19th and 20th of November 2011 (in case you’re reading this in the far future!). Once more the tournament was lauded as a great success by participants and community alike. It featured five beautiful gaming tables for the tournament matches as well as extra tables for pick up games and a painting area as well thus seeing to needs of every hobbyist which showed up to check it out over the course of the two days.

 

There were 10 participants fighting each other for the title of “Best General” over the course of five rounds. Once again the competition was steep and the Dark Eldar army captained by Archon Otavio “Tavitin” won the first place (with a vanilla Space Marine army placing 2nd and a Chaos Space Marine in 3rd). This is the same army which won the individual tournament held by the “Tropas Polares” club I attended back in June. Prizes were also awarded for “Best Painted Army” (1st, 2nd and 3rd places), “Overall Champion” and “Most Sportive Player” (single prizes).

 

One thing which has come to my attention is that in this edition of the Fork of Mork is that most, if not all, the armies presented there by the participants were painted which in my opinion greatly contributed to the success (as it’s always nicer to fight against painted armies).

 

Overall it had been a great event and I look forward to attending it’s fourth edition sometime soon. If you feel inclined to check more photos from the event check the excellent coverage done by a friend: Da Fork of Mork III.

AH! Do yourself a favor and enroll for a tournament soon! I believe you’ll come to agree with my preamble on today’s post. If you have already done so don’t be shy and share your thoughts.

Over and out.

Hello there.

I could swear I had already written about it here. If you follow the blog you might have read a report on a tournament I participated in, back in May held in Curitiba/Brazil (if you haven’t read about it yet do check this). After that I did participate in another one, but hadn’t talked about it thus far and that was unfair of me given how much fun I had.

One of the nice things going on in Brazil right now is that the local player communities have finally started organizing themselves into gaming clubs. It’s not a recent phenomenon, the first one we had was based in Rio de Janeiro and was named “Martelo de Guerra” (Warhammer in english) but unfortunately it no longer exists. Then we had B.O.S (an acronym for Bomb Of Slaanesh – no idea on the origin of the name) located in São Paulo and those two were the options to look for if you wanted to get into organized play and competitive gaming for a good while. Over the last couple of years more people have seen that getting together is indeed the best way to arrange other players to play against and also meet other like minded people and thus more and more gaming clubs are appearing all over Brazil.

The tournament I attended in May was held by one of these new clubs, “Tropas Polares” (“Polar Troops” in a loose translation), and so was the one I attended in July, held in Canoas/RS and organized by one of the newest clubs we have around, the “Clube Gaúcho de Wargames” (or CGW for short).

The CGW is indeed the newest club to appear in the Brazilian gaming scene, but I’ve know a few of its members over the internet for a while now, so I figured attending one of their meetings would be a nice way of getting to know them in person and also getting me a couple of games in the process.

Well, it turns out they decided to have a tournament on the Saturday I’d be there (I was going to be there for the weekend but Sunday would be devoted to another of the club’s interests: board games). I attended bringing my faithful Eldar in tow and, to my honest surprise, ended up winning the “Best General” (1st place) and “Best Painted Army” trophies.

I have to say it was an uphill struggle. My first match was against Rici and his Tyranids and I think I’ve never played such a tense game. Every turn he had new bugs arriving on the table. Coming from my flanks, dropping from out of the sky or emerging from the ground there were bugs everywhere and the gaming was hanging by a thread until the very end when I managed to score a victory dominating two out of the three available objectives.

On my second match I was paired against the clubs local boogeyman. Phan (short for Phantasm) is a nice guy who has mastered his Orks quite quickly and has yet to meet this match on the gaming table. From the very beginning things were looking grim for my frail Eldar. “Butchered” is an apt word to describe the situation as Phan hammered me every turn. I had a couple lucky moments, like when my Fire Dragons dealt with two of his Killer Kan units, and ended up winning, in another lucky moment at the very final turn when my Dire Avengers mowed down one of his Loota units, by a meager killpoint.

Lucking out on my second game landed me against another tough opponent, Ismael and his brand new Dark Eldar. The dark kin some call them but, unfortunately, my Eldar can call no kinship to those guys as they hit like a brick, with a hammer attached to it. Every time Ismael got to shoot one of his venoms he was rolling something like fourteen envenomed shots downing with ease two of my hardest hitting units. I had thus to be even more devious than the dreaded Dark Eldar so I turned to Eldrad’s magic tricks, feigning a deploy and then repositioning my units. Ismael fell for it so I got to divide his forces. I also got a lot of help from lady luck. Suffice to say I had never rolled so many “6’s”. Ever. Couple that with the Dark Eldar’s jaw glass and I did manage to score myself another win.

Being the sole player with 3 wins I scored first place. Not surprisingly second and third places would be decided between Ismael and Phan who managed a tie when their points were compared, even after tie breaker scores were consulted. Phan graciously conceded the second place to Ismael settling the dispute.

Then it was time to vote for the “Best Painted Army” award. There were only two eligible armies, given that most participants used unpainted armies, and I was up against a fellow Eldar player. I won’t remember the exact score but I managed another marginal victory when all votes were counted.

Sunday was a very atypical day for me as I got to play a few board games. I played those growing up but hadn’t played one for years. Suffice to say I had a very fun day playing “Battle Star Galactica” and another game I won’t recall the name right now. It was such a nice experience I’m decided to purchase a few to play with friends and family.

In the end I had a very good time with the friends from CGW. Good conversation, good food and good games made the weekend a memorable one that I’m keen to repeat in the very near future (January is just around the corner again and I hear the guys are having a Summer Tournament this time).

To wrap it up I leave you with some pictures from the weekend:

+++

Olá.

Percebi hoje que havia me esquecido completamente de mencionar aqui no blog acerca do último torneio do qual participei.

Já havia relatado aqui ter participado do Torneio Polar, organizado pelo clube Curitibano Tropas Polares, em maio do corrente ano. Naquela oportunidade fui tão bem recebido pelos amigos de Curitiba que fiquei motivado a visitar outros clubes brasileiros.

Eu já conhecia alguns dos membros do Clube Gaúcho de Wargames (ou CGW) através da internet e quando surgiu a oportunidade de participar de um dos encontros mensais promovidos pelo clube pensei que seria uma ótima oportunidade de conhecê-los pessoalmente e, por tabela, disputar algumas partidas contra adversários diferentes dos meus habituais parceiros de jogo. Assim não me fiz de rogado e embarquei com destino ao Rio Grande do Sul para participar do encontro do Clube Gaúcho de Wargames.

O CGW é o mais novo clube a surgir no território nacional, trilhando o caminho de outros tantos jogadores que entenderam que agremiar-se é uma das formas mais construtivas de curtir nosso hobby já que os clubes permitem encontrar oponentes com facilidade bem como conhecer outras pessoas com interesses semelhantes aos nossos.

Ao saber que eu iria o Monty, presidente do clube, acabou organizando um pequeno torneio no qual acabei me sagrando campeão após três partidas complicadíssimas.

Na primeira partida enfrentei o Rici e seus Tyranids num jogo que, pra falar pouco, foi tensa do começo ao fim. O exército capitaneado por ele era reforçado a cada novo turno com criaturas que adentravam o campo de batalha pelos meus flancos, caindo dos céus, ou emergindo do solo. Não saber o que esperar a cada novo turno me manteve atento e me obrigou a priorizar alvos e remover ameaças. Acabei tendo sorte por que os reforços do Rici foram chegando aos poucos o que me permitiu concentrar fogo e abatê-los, não sem que sofresse algumas baixas. No final conquistei a primeira suada vitória ao dominar dois objetivos contra nenhum dos Tyranids.

A segunda partida foi contra o “Bicho Papão” do CGW, O Phan. O Phan começou a jogar há pouco tempo, mas dominou com rapidez os Orks no 40K. O army é bom, mas nas mãos de alguém que compreende bem suas forças e fraquezas os Orks são devastadores. Desde o começo ficou bastante claro que o Phan viria para o meu pescoço, avançando em pinça sobre as posições ocupadas pelos meus Eldar. O jogo parecia ganho por ele desde o começo, já que turno após turno os Orks infligiam pesadas baixas no meu exército. Devo admitir que devo minha vitória contra o Phan à dois lances de sorte que me concederam um mísero Kill Point de vantagem e assim a vitória.

A partida final contra o Ismael tinha tudo pra ser um massacre. O cara joga também a pouco tempo com os famigerados “primos” dos Eldar, os Dark Eldar. Um exército bastante rápido e agressivo, que nas mãos do Ismael despejava a cada turno um volume de fogo assombroso contra mim. Uma vez mais devo grande parte da vitória a sorte já que rolei muito bem durante todo o jogo garantindo assim a vitória final e o primeiro lugar no Torneio.

Uma coisa que me agradou bastante no torneio foi a adoção de objetivos secundários para cada missão o que acabou tornando as partidas mais dinâmicas. Embora eu tenha adorado passar um dia descompromissado no domingo jogando jogos de tabuleiro penso que se tivéssemos tido um segundo dia de jogos, com duas partidas a mais, por exemplo, os resultados do torneio de modo geral seriam bem distintos.

Um bônus bem vindo foi ter vencido também o prêmio de melhor army pintado. Coroou minha experiência com os Eldar, que espero revisitar, mas que devem entrar em semi-aposentadoria a partir de agora.

Que venha o Torneio de Verão!

Hello there!

Last time we touched base here I was off to a tournament so it’s fair enough I should report on it here for those of you out there interested in the gaming scene down here in Brazil .

Like I said it was indeed really refreshing to go for a tournament with nothing else in mind other than having fun with my hobby. That’s what hobbies are for in the end: Being a source of joy and fun!

I should mention that I did have to face a bit of a journey to get there as I had to take a 9 hour bus ride to reach the nearest airport and then a flight to Curitiba (on the way back it took me 15 hours to get back home including the flight and the bus ride) but I have to admit it was worth it. I left home on Thursday night on the bus and arrived in São Paulo on Friday morning for a change of airplanes and to meet a good friend, André, who not only was tagging along for the tournament but who was also my partner for the doubles tournament on the second day, together we boarded my second flight of the day to Curitiba. We had the rest of Friday to relax a little and the day was well enjoyed in the company of other fellow hobbyists, board games and Brazilian barbecue to end the day.

We jumped out of bed early on Saturday eager to meet our hosts and to get some games. I have to admit I was surprised by the infrastructure of the “Tropas Polares” club. They not only have huge space available to set up tables and host games but also have a humongous collection of scenery (to which every member contributes) which was put to good use in dressing the great looking tables we had for the tournament.

In total there were 18 players for the first day. 16 of those were local players thus proving that Curitiba has one of the largest player bases in Brazil (and there were many absentees as well!).

I wasn’t very fortunate on my first day. First because in two out of the three games played on Saturday I got to face an army I had never faced before: Chaos Daemons! And what a tough opponent that army is. The second reason I didn’t do so well is because I made a few mistakes on my games which not only prevented me from winning one of them (killing Eldrad instantly to a S 7 weapon – He’s T4 and I thought he was T3!) but led me to losing one. I think I could have placed better (Was 13th out of 18 with one minor defeat and two draws) but kudos should go to my adversaries who not only played brilliantly and took advantage of their armies strengths but who were also very amicable. I’d game against any of them anytime!

Sunday was devoted to a doubles tournament. Something I have always been very keen on experimenting but that I had never gotten around to. As I have already mentioned my teammate was André (he goes by Streem on the web) and his Salamanders.  We got to play the first game against two Space Wolf armies and I have to say it was a very nice game from the start. Our opponents, Caco and Dumas, were also playing competitively (we had to win one of the nice cup trophies available to save some face) but did so in a very enjoyable way. Both guys were “gaming gentlemen” and our game ended in a draw.

Our second game pitted us against another two Space Wolf armies captained by Elson and Rodrigo, another two very nice wolf lords who made our gaming experience there even better. I should say the last game was TENSE!

We only had 12 players on the second day (Only?) which accounted for 6 pairs. Because of this, adversaries had to be randomly picked for round 2 (instead of pitting winners against winners, losers against losers and so on) which meant that every team still had a shot at winning.

Because of that everyone was trying their best at this last round (It’s only a game, I know, but did I mention the trophies were REALLY nice?) which resulted in a lot of thinking and nerve shattering turns. In the end lady luck favoured us a bit and we won our second game (I believe it was a “Massacre” result) which was enough to secure us the first place on the doubles tournament.  Kudos should once more go to our opponents who not only did their best to win but also did the same to make the game an enjoyable one for us as for them.

To wrap up an incredible weekend I got to visit the closest thing we have to “Warhammer World” in Brazil: “Geraldo’s house”. I won’t go into details as mere words will never convey the experience. There’s a video inbound sometime soon which will show the experience.

I should finish this by thanking our hosts, the members of the “Tropas Polares” club, who not only welcomed us into their club but also made our stay there during the weekend a pleasure. I will not name anyone to prevent myself from forgetting someone but I’ll say that there wasn’t a single person who wasn’t a pleasure to game, or chat with.  I’m DEFINATELLY looking forward to visiting again on another opportunity, if not to play games, at least to enjoy the company and the “pinhões”!

Before I forget, André has made a video showing his own impressions of the weekend. It’s in portuguese but it shows a little bit of the armies, the club and the tournament:

And I’m off to a tournament.

Over the last few posts this blog started to sound a lot like the 41st millennium given I only got to talk about a grimy and dark future in my hobby.

Well I guess it’s time I get back to actually enjoying the real 41st millennium and I can think of no better way of doing that than playing some 40K games.

Over the course of the next weekend a Brazilian gaming club, “Tropas Polares”, based in the city of Curitiba will hold a 40K tournament. On Saturday I’ll be joining a 1500 points single tournament with three games spread over the course of the day and on Sunday I’ll join a double tournament with two games over the course of the day.

I have to admit it’s really good to go for a tournament with which I’m not involved in any way and get to enjoy the hobby I love and meet new like minded people over the course of the weekend. I might even make new friends.

I know a couple days is short notice but if you feel inclined to participate or know a bit more please check the link with all the pertaining information (mind you it’s in Portuguese… nothing google can’t lend a hand).

+++

Salve!

Malas prontas, lista impressa, minis empacotadas. Tudo pronto para um final de semana de jogatina em Curitiba no Paraná!

Os últimos posts por aqui se cingiram à polêmica decisão da Games Workshop em proibir as lojas independentes Européias de vender para países fora da Europa. O assunto pode ser chato e desestimulante, mas penso que é importante informar às pessoas acerca dessa infeliz política de vendas que pode impactar o hobby no Brasil.

Devo admitir que fiquei BEM chateado com todo esse imbróglio mas nem passou pela minha cabeça abandonar o hobby ao qual me dedico a mais de 10 anos. Sendo assim nada melhor pra avivar a velha chama “hobbistica” do que um torneio de Warhammer 40.000.

O clube “Tropas Polares” depois de divulgar o hobby como um todo na “World RPG Fest-2011” realiza agora, no próximo final de semana (28 e 29 de maio), o 1º Torneio Polar de Warhammer 40.000 com duas modalidades ao longo do final de semana. No sábado os participantes se enfrentarão em combate individual ao longo de três partidas durante todo o dia. No domingo teremos a modalidade de duplas com dois jogos divididos no período da manhã e da tarde.

Admito que vai ser uma mudança bem vinda participar novamente de um torneio onde não estive ligado de maneira nenhuma à organização podendo assim me concentrar em curtir ao longo de todo um final de semana não só o meu hobby mas também a companhia de outros hobbistas que compartilham a paixão pelos jogos de estratégia (ou jogos de bonequinho como diz minha avó). Quem sabe não ganho novos amigos no processo? Foi assim quando me interessei em ir ao RJ pela primeira vez participar de um torneio… Mil e tantos quilômetros de viagem para enfrentar o Juber, um de meus amigos e parceiros de jogo em Cuiabá!

Acho que participar em eventos assim não só acende a chama do hobby motivando o entusiasta a produzir mais, jogar mais e dedicar-se mais ao hobby de maneira geral, mas propicia também uma excelente oportunidade para o intercâmbio de idéias e experiências relativas ao hobby. Interessou-se em participar? Confira os detalhes do evento aqui!

Grande abraço e até a volta.

Vejam vocês.

Eu aqui me repreendendo por ter passado todo um ano sem qualquer atualização por aqui me deparei hoje com este post pronto, até mesmo com as tags de imagem já inseridas, sem que no entanto eu o tivesse colocado no ar. Tremenda furada penso eu.

Porém, como já diziam os sábios de antanho, antes tarde do que nunca não é? Trago hoje então, com alguns anos de atraso (um? Não me lembro mais quando foi que fizemos o SoG) um relatório de como foi o Spoon of Gork em SP.

Sem mais, segue o relato:

+++

Salve Leitor!

Tava devendo uma satisfação por aqui. Vou hoje então matar não um nem dois, mas TRÊS coelhos com uma cajadada só.

Andei sumido daqui do blog por conta de mais uma de minhas empreitadas malucas que acabou me rendendo um novo army em pouco mais de 3 semanas! Alguns meses atrás o “Ultra”Marcos cantou a bola de que estaria no Brasil de férias durante o mês de julho, como eu a galera de São Paulo queria rever o amigo e de tabela jogar umas partidas e papo vai papo vem acabamos organizando um encontro para jogarmos nosso jogo favorito e colocarmos o papo em dia e ainda testarmos um novo formato para torneios que gostaríamos de implementar. Assim nasceu o “Spoon of Gork”.

Tampos atrás eu já havia dado uma pista contundente aqui no blog sobre qual seria meu novo army (no post “A sign of things to come!”) e com o SoG confirmado achei que era hora de levar o projeto a frente de uma vez por todas. Foi assim que, sacrificando o tempo dedicado a atualizar o blog, consegui completar a pintura do army em 3 semanas e mais alguns dias para levar um army estalando de novo para São Paulo.

O evento em si foi fantástico com dois dias repletos de jogatina e diversão na companhia de bons amigos. Alguém pode pedir mais de um hobby? O formato proposto era retomar a antiga programação dos Torneios de Verão e Inverno no Rio de Janeiro com dois dias de jogos e competições de pintura, porém acabamos optando em privilegiar a diversão e deixar de fora o aspecto competitivo no SoG, assim o sábado foi dedicado a um torneio informal com 3 rodadas e no domingo organizamos uma mega-battle de apocalypse com elementos do recém lançado planetstrike.

Tive sorte na escolha dos oponentes penso eu. Meu primeiro jogo foi contra o Antonio Jorge, AJ, e seus Orks. De cara percebi que estaria em desvantagem numérica de pelo menos 3 para 1 enquanto o AJ descarregava orks na mesa. A primeira rodada teve o controle de objetivos no campo de batalha como condição de vitória e enfrentando um exército muito mais numeroso que o meu ficava claro que eu estaria em dificuldade. Optei por dividir meu army nos dois flancos da minha área de deploy sendo que no flanco esquerdo concentrei minhas tropas mais estáticas e no flanco direito coloquei minhas unidades mais móveis. O plano era usar as tropas do flanco esquerdo para manter controle sobre o meu objetivo e com as unidades mais móveis atacar o objetivo dos orks, assim ainda que o objetivo central fosse controlado pelos orks eu ainda teria chance de vitória se conseguisse os dois objetivos restantes.

Como dizem estrategistas muito mais competentes que eu o plano raramente sobrevive ao primeiro contato com o inimigo. As tropas dos orks avançavam muito mais rapidamente do que eu esperava, principalmente devido a minha inabilidade em destruir veículos de armadura 10 (praticamente papelão) o que acabou permitindo que grande parte dos orks alcançasse minhas tropas no flanco esquerdo. Meu avanço no flanco direito também foi comprometido uma vez mais pela minha inabilidade em destruir os veículos inimigos. O jogo foi tenso até o final quando no último turno eu consegui dominar o objetivo dos orks sendo que os outros dois permaneceriam contestados me garantindo a vitória. Um dos pontos altos do jogo para mim foi quando uma unidade de Kommandos, comandada por ninguém menos que o próprio Snikrot infiltrou-se por trás das tropas do flanco esquerdo zipando uma unidade de guardians para logo em seguida o Snikrot ter o cérebro frito pelo farseer e a unidade ser obliterada numa chuva de shurikens dos Dire Avengers. Outro momento fantástico do jogo foi quando o Guntrukk, sim o Guntrukk que eu pintei pro AJ e você já viu AQUI, atirou no Farseer acertando-o em cheio mas a armadura do feiticeiro provou ser mais forte do que a artilharia ork. Um jogo memorável para mim e, acredito eu, pro meu oponente.

A segunda partida foi contra os terminators da Deathwing do “Ultra”Marcos. Uma vez mais disputávamos o controle de objetivos e comecei dando o deploy na mesa. Procurei espalhar minhas unidades o máximo possível já que, pelas condições da batalha da segunda rodada, o Marcos teria que colocar suas miniaturas a pelo menos 18 polegadas das minhas. Assim ele tinha uma área muito pequena para ocupar com suas tropas o que não chegou a atrapalha-lo tanto assim já que ele usou uma regra especial, cujo nome agora me foge, que permite que metade do army seja colocado na mesa de jogo por deep strike no primeiro turno (ou seria segundo) e o restante entra em reserva nos turnos subseqüentes. O Marcos optou por colocar uma de suas unidades, formada pelo Belial e mais 5 terminators de assalto, de “cara pro gol” logo atrás de minhas unidades. Se eu permitisse que eles ficassem ali certamente tomaria uma carga devastadora no turno subseqüente mas foi ai que me lembrei de uma técnica milenar e devastadora empregada pelos Eldar: O “Sapeca Iá Iá”. Assim no meu turno dei inicio a famosa manobra e taquei até a pia da cozinha nos terminators… no final do turno de tiro nenhum terminator havia restado da temível unidade. Acho que isso acabou balançando meu grande oponente que optou por colocar o restante de seus terminator a partir da borda da mesa e caminhando em direção às minhas linhas. O jogo terminou com dois objetivos controlados por mim e um contestado por ele culminando em minha segunda vitória no torneio.

Na terceira rodada meu oponente foi o André Streem. Eu não estava muito ansioso para enfrentar outro army de marines cascudos mas como havia rolado um desafio informal entre nós nas semanas que antecederam o torneio era questão de honra enfrentar seus salamanders em batalha. Sabendo o que me aguardava optei por um deploy conciso entocando minhas unidades em três prédios no canto da minha área de deploy. O objetivo da partida era obter “kill points” por destruir unidades do inimigo, assim meu deploy me concederia amplas oportunidades de tiro enquanto os marines avançavam em minha direção. É importante frisar que o André chegou na mesa todo pimpão e confiante depois de empatar uma partida com um dos jogadores mais casca grossa e competentes que eu conheço: O Tocha. Assim só posso dizer que a cara dele foi impagável quando o land raider que carregava seu comandante, o próprio Vulkan He’Stan, e uma unidade de 5 terminators de assalto foi explodido para as cucuias. Com a explosão do tanque a unidade foi obrigada a marchar em direção às minhas linhas sujeitando-se a temida “Sapeca Iá Iá”…. só que dessa vez foi preciso MUITO “Sapeca Iá Iá” pra me livrar desses terminators já que os novos marines tem acesso à “Storm Shields” que lhes confere um save invulnerável de 3+. Dali a pouco despenca do céu um drop pod recheado de marines logo atrás de minhas linhas… não tive nem dúvida e “Sapeca Iá Iá” neles também. O jogo acabou terminando com mais uma vitória minha por 6 kill points a 2! Moonwalking Wraithlords FTW!!!!

Pra minha tristeza meu army não foi avaliado pela pintura mas como compensação acabei me sagrando campeão de nosso torneio informal com 3 vitórias!!!!

Após um competente by night no restaurante chinês onde o cozinheiro tira macarrão do nariz, das mãos e de onde mais se imaginar que culminou em uma tétrica imagem mental de um boquete no Melona, nos reunimos novamente no domingo para o Apocalypse. Vou me abster de descrever a batalha que descambou em uma confusão generalizada e com dados voando pra todos os lados e onde o lado da ordem/luz/bem arrancou um empate das garras do inimigo nos últimos segundos do último turno!

Acho que só me cumpre resumir o encontro como um retumbante sucesso. Foi tão legal encontrar os amigos e jogar descompromissadamente curtindo o hobby como ele deve ser curtido, e com churrasco, coca cola e banheiros limpinhos, que o SoG acabou criando um desejo muito forte de organizarmos torneios novamente… o que nos trás ao terceiro coelho.

O grande brother Silvio foi o maior responsável para que o SoG acontecesse da maneira que aconteceu e uma vez mais o cara resolveu trabalhar pra galera se divertir ao organizar o “Fork Of Mork II” que acontecerá em novembro próximo.  Acho que não preciso dizer que estou PILHADAÇO e já garanti minha inscrição, porém vou deixar o blog de lado uma vez mais para tentar completar as miniaturas que pretendo inscrever no torneio de pintura que vai rolar por lá.

Então é isso. Sumo de novo, mas apareço esporadicamente pra contar como as coisas estão indo e para dar mais novidades sobre o FoM II. Combinados?

Nos vemos em breve então. Grande abraço e até a próxima.

 

Salve Leitor!

 

Sem dúvida nenhuma um dos pontos altos de ter ido ao EIRPG (Puxa como eu falo dele por aqui. Tá na hora de um evento novo em terras brasilis) foi rever velhos amigos e finalmente conhecer pessoalmente uma galera que até então era só um nick e um avatar na tela do computador. Foi gente pacas e vai ser injusto citar uns e não outros por isso vou me ater aos dois figuras importantes para o post de hoje o André “Streem” e o Fábio “Fabin”.

 

A despeito da pouca idade de ambos os caras já são velhos conhecidos do fórum Warhammer Brasil. Não satisfeitos em ficar quietinhos em Ourinhos/SP com seus jogos semanais os caras, juntamente com os demais membros do SWG (Streem Wargames Clube) dos quais eu só me lembro mesmo do “Pai posso comprar uma caixa de miniaturas?”, resolveram dar uma agitada no cenário com um evento promissor.

 

Agora em novembro, nos dias 15 e 16, o SWC realiza na biblioteca municipal “Tristão de Athayde” em Ourinhos/SP o “Iº Encontro de Wargames, TCG’s e RPG de Ourinhos” (confira o link para conferir o poster do evento) com torneio de LoTR (Lord of The Rings), mostra de miniaturas, demonstrações de Warhammer 40.000 (conduzidas pelo Fábio) assim como torneios de Magic e mesas de RPG.

 

Em suma uma excelente pedida se você mora em Ourinhos mesmo (o que acho difícil já que se alguém de Ourinhos lê esse blog só pode ser o próprio Streem) ou no estado de São Paulo (uma Road trip no final de semana não mata ninguém) para um final de semana de confraternização e jogos com outros hobbystas.

 

Desde já meus parabéns ao André e o restante da galera do SWC pela iniciativa e os sinceros desejos de um grande sucesso no evento.

 

Até a próxima.

Hello There!

 

Hobby related events down here in Brazil are few and usually really spaced in between so it’s not always that I have something to tell you guys out there about.

 

One would think that wouldn’t be the case with GW having set foot in Brazil a while ago but so far that hasn’t proven right as no events have been put forth by its local representative/distributor other than some small events showcasing the hobby. There have been no events aimed at the established community so far, but that was kind of expected (more on that on the future).

 

Well the community down here has thrived over the years solely on the efforts of fellow hobbyists and that’s what I have to report to you guys out there today.

 

If you happen to be in Brazil this month I believe it’ll be worth your time checking the “Iº Encontro de Wargames, TCG’s e RPG de Ourinhos” (First Wargaming, TCG and RPG encounter of Ourinhos) in Ourinhos/ São Paulo which will be held by a local club of hobbyists (The SWC – Streem Wargames Club) on the 15th and 16th of November.

 

The event will not only sport a LoTR tournament but also have Warhammer 40.000 demo tables and a miniature showcase showing models painted by the artist of a local painting studio. All in all great weekend activity if you ask me.

 

In case you’re tempted to attend Ourinhos is easily reachable from the capital city São Paulo (it’s a, roughly, 4 hour journey to cover the 370km which separate the two cities) by car or bus. Just leave me a comment if you need any help getting there.

 

Cheers and see you around soon!

 

Salve leitor!

 

Diversos rumores aparecendo de sorte que logo teremos várias novidades por aqui.

 

Eu já havia adiantado no Warhammerbrasil mas caso você tenha perdido a deixa por lá trago hoje novas acerca do concurso de pintura online sendo conduzido pelo fórum porteño devotado aos jogos da GW: WargameZ.

 

Diretamente do fórum (em uma tradução livre):

 

Segundo concurso de pintura online WargameZ.

 

Categorias:

 

          Melhor Personagem de Comando “HQ” (somente uma miniatura)

          Melhor Unidade (entre 3 e 10 miniaturas)

          Melhor Veículo / Criatura Monstruosa

 

Prêmios (Todos os prêmios são uma cortesia de HD comics & “Su Majestad Infernal”):

 

          Para melhor HQ: Uma miniatura de um Inquisidor para o jogo Inquisitor.

          Para melhor Unidade: Uma unidade de 6 miniaturas.

          Para melhor veículo / criatura monstruosa: Um rhino da HD comics.

 

Como participar:

 

Cada usuário registrado no fórum pode apresentar uma única miniature em cada categoria. Para fazê-lo ele deve subir o máximo de três imagens de cada miniatura participante no tópico apropriado a ser criado oportunamente. Para receber seu prêmio você deve apresentar sua miniature (se você mora no interior alguma forma vai ser criada para validar sua miniature provando que você mesmo a pintou e que a mesma não é uma foto tirada da internet).

 

O concurso acontece entre os dias 29 de julho e 12 de agosto período no qual as fotos das miniaturas participantes devem ser postadas no tópico apropriado.

 

Após esse período será criada uma lista com os “top tem” em cada categoria (se necessário) e em seguida os membros do fórum votarão para escolher as melhores miniaturas em cada categoria.

 

Como dizia no WHB esta me parece uma grande oportunidade para os pintores brasileiros mostrarem seus trabalhos à comunidade argentina. Dada a proximidade são grandes as chances de num futuro próximo as comunidades se freqüentarem em eventos realizados pela GW – Argentina ou pela GW – Brasil. Quem viver verá.

 

Sendo assim não perca mais tempo lendo. Saque os pincéis e vamos ao que interessa!

 

Grande abraço e até a próxima.

 

Hello there!

 

I’ll be adressing my english reading visitors first today. If you check my old blog here you’ll see that I’ve made a habit of writing both in English and Portuguese whenever I updated the blog (ok not every single time but I did my best). Since migrating my efforts to the blog here at WordPress I decided to pay a little more attention to the brazilian gaming community in the form of gaming articles aimed at them in our native language: Portuguese. You see not everyone down here speaks English or understands it well enough to follow the rumors and news from websites and forums out there, so I took it upon me to translate a few of those to keep the community down here informed.

 

I’m still writing bilingual updates like today whenever I feel the subject might be of interest not only to the Brazilian community but also to the few foreign visitors I have here like the Warmachine review and the event report on the EIRPG.

 

Which brings us to today’s topic: A hot online painting competition being held by the Argentinean based web forum WargameZ.

 

From their forum (in a free translation):

 

WargameZ 2nd online painting contest.

 

Categories:

 

          Best HQ character (1 model only)

          Best Unit (between 3 and 10 models)

          Best Vehicle / Monstrous Creature

 

Prizes (all prizes are a courtesy of HD comics & “Su Majestad Infernal”):

 

          For best HQ character: An Inquisitor model for the Inquisitor game.

          For best Unit: A Unit of 6 models.

          For best Vehicle / Monstrous Creature: A Rhino from HD comics.

 

How to take part:

 

Each registered user from the forum might present a single miniature / entry per category. To do so he must upload up to three images of each miniature / entry in the appropriate topic which will be created soon. To receive your prize you must present your miniature (if you live in the country some sort of way will be arranged to prove it is indeed a model painted by you and not a photograph stolen from the internet)

 

The contest runs from the 29th of July till the 12th of August period in which the pictures of the entrants must be posted in the appropriate topic.

 

After that time a “top ten” list will be created for each category (if necessary) and then the members of the forum will be able to vote for the best painted models in each category.

 

If you feel inclined to participate or would like to know more please check the appropriate topic on their forum (bear in mind it’s in Spanish).

 

Other than that I’d like to add it’s a pleasure having you around. Do check back soon.

 

Cheers.