Hello Reader.

 

Today’s article is an alert to other hobbyists in Brazil, warning them to stay away from a shady company called “Legends do Brasil” that has been conning people out of their money here, selling RPG supplies, board games and wargaming models.

 

This might not be of interest to those of you living abroad, hence why I’m only publishing the Portuguese version of it.

 

Hope you understand it.

 

Over and out.

 

+++

 

Salve Leitor.

 

Assumir que se fez papel de idiota é sempre doloroso, mas espero que você possa aprender um pouco com o relato a seguir. O artigo de hoje vai ser, infelizmente, um grande “wall of text” ou como é corriqueiramente conhecido, um “textão”, mas acho importante que o blog se posicione com relação ao que a Legends do Brasil vem fazendo ao longo dos anos por aqui.

 

Se você não quer ler tudo, já resumo pra você aqui no inicio a mensagem geral do texto: Não compre na Legends do Brasil, ou em nenhuma loja de propriedade do Sandro Viviani. De maneira alguma. NUNCA! (conforme edição neste artigo feita em 05/05/2016 o Sandro já abriu uma nova loja chamada “Aventuras Épicas” – NÃO COMPRE COM ELES TAMBÉM!).

Ainda ai? Bom, senta que lá vem a história.

 

Meu primeiro contato com a Legends do Brasil se deu anos atrás quando, por ocasião do infame episódio conhecido como “O Embargo da GW” descobri que a tal Legends do Brasil seria a nova representante da Games Workshop no Brasil (não era nada como viemos a descobrir depois). Uma pesquisa rápida na internet pela empresa mostrou que ela tinha uma péssima reputação junto à comunidade de jogos de tabuleiro no Brasil com um imenso histórico de vender e não entregar o que relatei prontamente no artigo (a péssima reputação continua e pode ser conferida aqui).

 

Lembro que, à época, a noticia de que o Sandro Viviani e sua Legends do Brasil representariam a GW no Brasil causou verdadeira comoção no fórum Warhammer Brasil e muitos, já escaldados com a empresa advertiam para que a comunidade dos Wargames tomasse muito cuidado com ele. Ainda assim a Legends comprou o estoque remanescente da Hobby Delivery (que verdadeiramente representou e distribuiu os produtos GW por aqui) e começou a anunciar na comunidade.

 

Vendido o estoque inicial que já estava por aqui, não demorou muito para que surgissem as primeiras reclamações sobre encomendas atrasadas e, pouco depois, começaram a aparecer as noticias de calotes. As desculpas oferecidas pela Legends do Brasil, quando ela respondia aos emails do pessoal , eram sempre as mesmas: encomendas atrasadas, encomendas retidas pela alfândega, encomendas indevidamente retidas pela alfândega, encomendas indevidamente devolvidas à origem pela alfândega, cargas perdidas… a lista é enorme e não há como negar que ele foi criativo com a quantidade de desculpas e percalços que o acometiam, ao menos no inicio.

 

A quantidade de reclamações foi tão grande que o fórum Warhammer Brasil se viu obrigado a tomar uma providência, motivo pelo qual, pela primeira vez em mais de dez anos de existência, recomendou-se expressamente que seus usuários não comprassem com a Legends do Brasil e o Sandro Viviani (que na época descobriu-se operar ainda com outras duas marcas: “Legends” e “Dreamachine” e agora através da “Aventuras Épicas“).

 

Print da página de reputações no fórum Warhammer Brasil.

 

A recomendação para não comprar com a Legends do Brasil sempre foi expressa.

 

Passado algum tempo a comunidade devotada aos jogos da games Workshop sofreu uma nova investida por parte da Legends do Brasil. Em mensagens direcionadas aos administradores do fórum Warhammer Brasil e em posts veiculados através do Facebook o Sandro Viviani veiculava a intenção de corrigir os erros do passado e se emendar, prestando serviço de qualidade ao cliente e trazendo para venda aqui no Brasil produtos da Games Workshop a preços compatíveis com nossa realidade.

 

Era bom demais pra ser verdade? Era, e é por isso que eu e mais um montão de gente deveria ter ficado com os dois pés atrás e passado ao largo desse cara, mas não foi bem assim que a banda tocou. Ao reaparecer o Sandro parecia genuinamente interessado em fazer a coisa toda funcionar, estava aparentemente saldando suas dívidas com o pessoal entregando produtos ou reembolsando os valores pagos e logo começaram a surgir os relatos de compras bem sucedidas com ele.

 

Não posso falar por outros colegas, mas eu ousei acreditar. Estando a tanto tempo neste hobby e já tendo passado por toda situação imaginável eu ousei sim acreditar ser possível ter pronto acesso aos produtos do meu hobby aqui no Brasil, e assim, caí no canto da sereia e comprei com a Legends.

 

Contudo, verdadeiramente receoso com todo o histórico da empresa, ajustei com o Sandro que só pagaria pelas minhas encomendas quando elas estivessem no Brasil, o que foi aceito por ele. Para minha surpresa fui prontamente atendido no primeiro, segundo e (mesmo com um ligeiro atraso) terceiro pedidos que fiz com a loja, todos eles livros (os Codex de regras do Warhammer 40.000) e o Sandro, sempre muito atencioso, respondia meus emails prontamente, conversava comigo pelo Facebook e chegou a me adicionar como amigo naquela rede social, chegando a me usar, sem meu conhecimento, como referência em suas vendas para alguns amigos.

 

Animado pelo sucesso das compras anteriores achei que talvez fosse hora de pedir algumas miniaturas e acabei fazendo um pedido grande com o Sandro com alguns modelos e peças de cenários, mal sabia eu que a essa altura o castelo de cartas construído pela Legends do Brasil começava a ruir. Achei estranho que dessa vez o Sandro me pediu um “adiantamento” de parte do pedido e, em virtude da experiência anterior quase concordei, mas como a fatura do cartão tinha vindo alta naquele mês não tinha como enviar prontamente o valor solicitado. Esse fato me salvou de maiores dores de cabeça.

 

O primeiro sinal que recebi de que algo estava errado partiu do amigo Vitor (do blog “Vamos Ver no Pano Verde”) que primeiro sinalizou não estar tendo respostas sobre seu pedido a mais de dois meses. Com alguma dificuldade o Vitor conseguiu reaver seu dinheiro, não através de um estorno da própria Legends, mas sim através do reembolso proporcionado pela cobertura ao usuário do Paypal.

 

De repente foi como se uma represa se rompesse e várias pessoas começaram a compartilhar atrasos em suas encomendas no fórum Warhammer Brasil e na comunidade de mesmo nome no Facebook. As mesmas desculpas de anos atrás se repetiam, com novas adições ao repertório como: Fiquei doente, hackearam meu Facebook, te deletaram do meu Facebook… seria cômico se não fosse trágico. As frequentes desculpas evidenciam no mínimo uma absoluta inépcia para o comércio, senão, na pior das hipóteses um desvirtuamento de caráter.

 

Em pelo menos uma ocasião, quando confrontado por um amigo acerca do paradeiro das encomendas dele, o Sandro respondeu de maneira destemperada, bloqueando a pessoa em questão e unilateralmente cancelando a compra e reembolsando o valor.

 

Perguntei diretamente a ele em algumas oportunidades acerca do paradeiro de minha última encomenda e das encomendas do pessoal, e as respostas dele eram sempre no sentido de que a carga estava atrasada, retida, ou houvera sido devolvida, justificativa sempre pontuada pela manifesta insatisfação com as cobranças de seus consumidores que segundo ele não o compreendiam e o xingavam. Em meu último contato com ele ele me direcionou para um email da Legends e disse que as tratativas sobre pedidos se dariam somente ali, e que as respostas seriam enviadas “quando possível”. E sumiu.

 

Logo em seguida começaram as noticias generalizadas sobre o desaparecimento do Sandro e com isso a realização de que fomos vítimas de mais um calote generalizado. Aqueles que realizaram pagamentos através do Paypal foram reembolsados em virtude da proteção oferecida ao usuário (e foram tantas que o Paypal houve por bem descredenciar a Legends do Brasil em virtude do grande influxo de reclamações), outros como eu que não haviam pago as encomendas faltantes repiraram aliviados, mas, para muita gente, veio aquela sensação terrível de ter sido enganado, já que tendo pago através de boletos bancários, não teriam como reaver seu dinheir.

 

Foi mais ou menos nessa altura do campeonato que a Games Workshop se envolveu no problema. Algumas pessoas lesadas pelo Sandro Viviani e sua Legends do Brasil entraram em contato diretamente com a Games Workshop (de quem, lembre-se, o Sandro se dizia representante exclusivo no Brasil) reclamando, com razão, da postura e dos problemas da “representante” GW nacional.

 

O problema foi investigado por um representante da GW e como resultado desse procedimento a página/comunidade “Games Workshop Brasil” foi desativada já que o Sandro e a Legends jamais foram representantes e, ou, distribuidores da empresa por aqui (ele era um revendedor independente – independent retailer – como tantos outros mundo afora) bem como recebeu um prazo para acertar suas pendências com a comunidade brasileira.

 

Perguntei diretamente à Games Workshop qual a posição da empresa com relação à Legends e aos problemas que enfrentamos com eles e recebi a seguinte resposta:

 

“Games Workshop is aware of ongoing issues with product supply in Brazil, which is a challenging market to export to due to local capital controls.

 

GW is committed to finding a solution for supplying the market in a more timely and efficient manner. We are making progress, but it is slower than we all hope for, due to the challenges faced. We appreciate and value all Hobbyists in Brazil and thank you all for your on-going support of our brand and the great products that we create”.

 

Em uma tradução livre:

 

“A Games Workshop esta ciente dos atuais problemas com o suprimento de produtos no Brasil, um mercado difícil para exportarmos nossos produtos devido ao controle de capital local.

 

A GW esta se dedicando a encontrar uma solução para suprir o mercado de maneira mais rápida e eficiente. Estamos progredindo, mas mais vagarosamente do que esperávamos devido aos obstáculos enfrentados. Nós apreciamos e valorizamos os hobbistas no Brasil e agradecemos a todos pelo seu suporte continuo à nossa marca e aos grandes produtos que criamos”.

 

Após a intervenção da Games Workshop Sandro e a Legends do Brasil sumiram sem deixar vestígio e em definitivo. Aparentemente o modo de negócio da empresa de usar o dinheiro de uma encomenda para financiar a outra ruiu rapidamente e deixou muita gente no prejuízo, como já mencionamos por aqui. Ficamos com as especulações do que poderia ter acontecido.

 

Foi somente ontem, 18/04/2016, que tivemos noticias da Legends novamente. Logo cedo um ouvinte do Papo de Mesa Podcast (do qual sou um dos apresentadores) entrou em contato conosco avisando que teria recebido uma mensagem da Legends. Por um rápido período de tempo uma nova página da Legends do Brasil foi criada no Facebook com uma “Carta Aberta” postada (e cujo link foi enviada para diversos membros da comunidade, eu incluso) cujo teor é o seguinte:

 

“Carta Aberta aos clientes da Legends do Brasil Hobby Center!

Estamos aqui informando que estamos na maior e mais séria crise da nossa empresa.

Nosso site foi fechado, nossas encomendas muitas foram perdidas e nosso caixa zerou. Estamos sem recursos para continuar na jornada que traçamos há muito tempo…desde 2001.

Preciso da compreensão de todos que estamos tentando nos reerguer e tentando cumprir com todas as nossas obrigações para nossos queridos clientes. Precisamos de ajuda para retomar e caso haja interesse em contribuir para o retorno da nossa empresa, informamos que estamos abertos a toda a ajuda possível.

Estamos abrindo as portas para que nossos clientes que sabem do nosso trabalho árduo, possa nos ajudar a nos reerguer. Temos contratos importantes em nossas mãos, tal qual da Games Workshop de Londres, onde estávamos fazendo um grande trabalho de inclusão destes produtos, mas não conseguimos prosseguir…precisamos de sua ajuda!

Nossa conta está aberta para contribuições para que possamos nos reerguer e fazer novamente um trabalho de crescimento do Hobby no páis (SIC)

As pessoas que assim o fazem de coração, será contabilizado em seu nome um desconto para ser revertido em breve em descontos para compra de produtos.

  1. Precisamos reativar nossos servidores, parados por falta de pagamento.
  2. Precisamos honrar com encomendas que ficaram perdidas, ou não chegaram até nós, e clientes ficaram sem ser atendidos.
  3. Precisamos de recursos para que possamos abrir um ponto físico, para que retornemos a poder comercializar Magic the Gathring.
  4. Contamos com sua ajuda e temos certeza que esse quadro poderá ser revertido!

Nosso e-mail para contato é: sandrovivi@yahoo.com até que os servidores sejam restaurados. Agradecemos a imensa ajuda e nossa conta para colaborações espontâneas que serão convertidas em descontos:

XXXX

XXXX

XXXX

Ao que fizerem e optarem pelo socorro financeiro, favor passar um e-mail avisando! Pretendemos voltar a ser uma empresa inovadora, divertida e com muita vontade de fazer bem feito! Nos ajude e certeza que não irá se arrepender. Contamos com sua ajuda para que ajude as pessoas a curtir nossa página!

Obrigado Sandro V.”

 

Um dos prints que recebemos com a carta da Legends.

 

A página foi tirada do ar durante e o dia e no final da tarde voltou ao ar com a mesma “Carta Aberta” com algumas alterações (você pode conferir por si mesmo aqui).

 

Seria essa “Carta Aberta” o prego que faltava no caixão da Legends? Não sei, mas é um contrassenso pedir doações justamente na comunidade e para as pessoas que ele lesou reiteradamente ao longo dos últimos anos.

 

Será que depois dessa ele some de vez? Não sei, mas creio que não. Acho que o Sandro gosta desse ambiente “nerd” por predileções pessoais e gosta de trabalhar com isso. Seríamos vítimas mais fáceis para golpes em virtude da carência do mercado nacional, ou seria ele verdadeiramente um nerd com enorme inaptidão para os negócios? Honestamente, como a Glória Pires, não sei responder a essa pergunta, contudo, no fim das contas acho importante deixar aqui o registro de toda essa experiência com a Legends do Brasil e o Sandro Viviani e o alerta para que você que está pensando em comprar material na Legends (seja RPG, Board Games ou Wargames) não o faça. A empresa e seu proprietário, infelizmente e na melhor das interpretações, já deram reiteradas provas de que não vai se emendar, que não sabe gerenciar seu negócio e que não sabe lidar com seu público.

 

Se este artigo ajudar pelo menos uma pessoa a não ser enganado, vai ter cumprido sua missão. Fica aqui uma vez mais o aviso: Mesmo que seja a única opção, mesmo que o preço esteja bom, sério, não caia no canto da sereia. NÃO COMPRE COM A LEGENDS DO BRASIL.

 

Se você foi lesado pela Legends do Brasil e pelo Sandro Viviani, eu recomendo veementemente que você corra atrás do prejuízo lavrando o competente boletim de ocorrência perante a autoridade policial competente. Os dados cadastrais e pessoais da empresa e de seu proprietário são públicos e podem ser obtidos facilmente na Junta Comercial do Estado de São Paulo. Se você tiver dificuldade em localizar esses dados entre em contato conosco.

 

Grande abraço e até breve.

 

EDIÇÃO às 12:40 em 19/04/2016.

Após a publicação do artigo recebi uma mensagem do Sandro Viviani pedindo que quem tivesse necessidade de contata-lo para sanar alguma pendência o fizesse através do email sandrovivi@yahoo.com.

Ai o teor da conversa que confirma de uma vez por todas que quem tem pendências com o Sandro pode meio que considerar o dinheiro perdido em nossa opinião.

 

EDIÇÃO às 15:01 em 05/05/2016.

Atenção Leitor! Acabamos de ficar sabendo que o Sandro Viviani já colocou uma nova loja no ar e está novamente pronto para lesar uma nova safra através da loja “Aventuras Épicas“. Fica ai o aviso para NÃO COMPRAR também com a loja Aventuras Épicas, também de propriedade do Sandro Viviani.

Comments
  1. Rubem says:

    É uma pena que precisemos lidar com esse tipo de conduta em uma comunidade já tão restrita; é triste ver que ainda existem tantas pessoas dispostas em se beneficiar as custas dos outros.

    • Gereth says:

      Oi Rubem!

      Obrigado pela visita e pelo comentário. É realmente lamentável assistir mais uma vez pessoas da comunidade sendo lesadas por um mesmo vendedor e o consumidor levando a pior. Fico na torcida para que quem está no prejuízo consiga receber, ao menos, seu dinheiro de volta.

      Acredito nisso? Não.

      A Legends trabalhava girando o dinheiro das encomendas usando o dinheiro de uma pra pagar a aquisição de outra anterior. Hoje, segundo o próprio proprietário em sua carta aberta, a empresa está falida o que nos leva a perguntar de onde ele vai tirar o dinheiro para honrar os compromissos pendentes?

      Vamos aguardar. Abração Rubem!

  2. Edison says:

    Jogo RPG a uns 17 anos e sempre usei miniaturas nas minhas mesas. Sempre tive vontade de comprar miniaturas da Games Workshop, principalmente de warhammer fantasy, montar um ou dois exércitos e começar a jogar nesse hobby que sempre me chamou atenção e tem muito a ver com RPG mas nunca encontrei o produto para venda aqui no Brasil. Triste saber que mesmo com um mercado tão pequeno ainda tem aqueles que, ou por não terem estrutura e conhecimento de vendas ou mesmo de má fé lesam os praticantes do hobby e acabam afastando quem quer começar a jogar. Esbarrei no seu blog procurando da internet onde comprar miniaturas e os livros de regras do Warhammer no Brasil e, infelizmente a primeira lição que aprende é com quem não comprar. Valeu pela dica.

    • Gereth says:

      Oi Edison.

      Obrigado pela visita e pelo comentário cara. Possuímos a mesma origem então, já que percorri o mesmo caminho que você, começando nos RPGs, passando a usar miniaturas em jogos e terminando nos wargames com miniaturas. Sei dos percalços, da dificuldade de começar, de comprar, ou mesmo encontrar, esse material por aqui.

      É justamente por saber da dificuldade, e entender quão atrativo é o “canto de sereia” da Legends do Brasil que tomei a iniciativa de escrever o artigo. Se te salvou de entrar em uma roubada já valeu a pena para mim.

      Evitar que o iniciante caia nessa arapuca é a maior intenção deste artigo, já que nada vai ser mais desestimulante para o novo hobbysta do que ser passado pra trás logo de cara. Existem caminhos pra quem quer começar Edison, eles só não passam pela Legends do Brasil.

      Forte abraço e obrigado uma vez mais.

  3. eduardo jm says:

    Cara sei da sua frustração e odio mortal pois passei por essa situação pois, em agosto de 2013 encomendei um box set de 25 anos dr battletech e vc ai na besteira de pagar sem o pague seguro…tomei um cano …fiqui p. Da vida e inumeos apelos pela devolução do dinheiro e não tive resposta…até que ele me venceu pelo cansaço… inacreditável mente quase 2 anos depous recebi um email da legends do brasil alegando que a alfandega enfim liberou meu battletech que já tinha esquecido…e o sr. Sandro viviane o entregou o jogo numa versão atualizada…bom melhor do que nada e se desculpou pela entrega e bla bla bla…aprendi a lição agora só com mercado pago …se não receber eles devolvem meu dimdim…tive sorte pena os outros desafortunados não tiveram…apoio sua causa e boa sorte !;

    • Gereth says:

      Oi Eduardo!

      Obrigado pela visita e pelo comentário cara. Pois é, o Sandro tem essa “proposta” de acertar as pendências com quem ele está em falta, mas sejamos honestos, depois de tantos problemas reiterados, com tanta gente, quem é que está disposto a conceder a 3ª, 4ª, 5ª chance? Acho que pra tudo tem limite, e mais, as reiteradas furadas e calotes do Sandro / Legends do Brasil / Aventuras Épicas tem um efeito bastante deletério na comunidade ao passo que desestimula e se aproveita muitas vezes do iniciante, que meio sem conhecer o caminho das pedras faz uma busca no google, cai na loja dele e, inadvertidamente, compra e daí passa a ser mais uma voz no coro dos lesados.

      Fico feliz de saber que, no seu caso, a coisa se resolveu a contento.

      Uma vez mais obrigado por comentar e compartilhar sua experiência.

      Grande abraço.

  4. Bruno says:

    Alguma dica de loja onde posso encontrar primers e tintas da Army Painter?

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s